Monitorar idosos a distância, com pulseira e sensor de queda, vira negócio

Márcia Rodrigues

Colaboração para o UOL, em São Paulo

Com o aumento da expectativa de vida do brasileiro, a prestação de serviços para a terceira idade está em alta, segundo especialistas. Principalmente serviços de cuidados com idosos.

As empresas de monitoramento a distância oferecem ao cliente uma pulseira com um botão de emergência; se o botão é acionado, um atendente da empresa entra em contato com o idoso para checar se está tudo bem. O equipamento tem viva-voz com microfone, para facilitar a comunicação. Em casos graves, a empresa entra em contato com um familiar.

O UOL selecionou três negócios nesta área. Confira.

Tele Help: maioria das ligações é de idosos 'solitários'

A Tele Help foi criada em janeiro de 2006, em São Paulo, e, atualmente, atende 10 mil clientes em todo o Brasil. A empresa não divulga números, mas diz que o movimento vem crescendo ano a ano, segundo a diretora-geral, Juliana Barbiero. Em 2016, ela diz que houve um aumento de 50% em relação ao ano anterior.

Os pacotes de serviços oferecidos são:

  • o mais básico inclui a pulseira, monitoramento 24 horas e uma ligação semanal de um orientador. Preço: R$ 135.
  • O mais caro tem orientação médica por telefone, monitoramento fora de casa e chamada de ambulância. Preço: R$ 210.
  • Há uma taxa de adesão de R$ 599.

Dos atendimentos mensais, Barbiero diz que cerca de 3.000 são de clientes que querem apenas conversar, e uma pequena parte, cerca de 300, precisam mesmo de cuidados. "Muitos vivem sozinhos e querem atenção. Às vezes, uma simples conversa já os tranquiliza e a ligação é encerrada. Quando há necessidade, seguimos com o atendimento." A empresa tem uma única central que atende o Brasil todo.

24/7 Care: Franquia custa a partir de R$ 29.900

A 24/7 Care foi criada em novembro do ano passado, em Campinas (93 km a noroeste de São Paulo), pelo empresário Danilo Pace, 33. A ideia surgiu depois de uma conversa com o amigo Victor Martinelli, 28, atualmente seu sócio. Eles não revelam faturamento nem lucro.

A empresa atendeu 100 clientes desde o início das operações. Há três planos de atendimento:

  • O básico inclui a instalação de um equipamento. Nesse plano, o atendente oferece orientação médica por telefone e liga para um parente próximo se houver necessidade. Preço: R$ 129.
  • O plus oferece, além do que o básico dispõe, detector de queda, que é instalado na pulseira. Se o idoso cai e fica inconsciente, por exemplo, o aparelho detecta o impacto e a central já recebe um sinal diferenciado de alerta. O atendente liga para o idoso e, se não houver resposta, avisa um parente para ir até o local. Preço: R$ 149.
  • O master oferece tudo o que os demais dispõem, mais serviço de chamada de ambulância, se for necessário. Preço: R$ 179.
  • Em todos os planos, é cobrada uma taxa de adesão de R$ 300.

A empresa já iniciou sua atuação como franquia --o que é não é recomendado por especialistas na área. A franquia 24/7 Care não exige a abertura de loja física, pois o serviço é feito em home office. Confira os dados da franquia, fornecidos pela empresa:

  • Investimento inicial: R$ 29.900, com  taxa de franquia, custo de instalação e capital de giro
  • Faturamento mensal: a partir de R$ 6.500
  • Lucro médio mensal: a partir de R$ 2.620 (40% do valor do faturamento)
  • Retorno do investimento: em até 14 meses

LinCare: Start-up será lançada em março

A empresária Ana Claudia Mata, 29, e o sócio, Ivens Leão, 31, pretendem lançar, em março deste ano, a start-up (empresa iniciante de tecnologia) LinCare. A sede ficará em Belo Horizonte (MG), mas atenderá clientes em todo o país. Similar às demais, ela também oferece uma pulseira com botão emergência, mas a empresa também criou um aplicativo de celular para a família pode acompanhar o dia do idoso.

  • A empresa tem um único plano de serviços, que custa R$ 59,90.
  • A taxa de adesão é de R$ 490.

"Com o aplicativo, o familiar consegue saber, inclusive, se o idoso dormiu bem. Se ele dorme seis horas por dia, por exemplo, e começa a se movimentar antes disso, a pulseira já sinaliza que ele levantou mais cedo", diz Mata.

Eles começaram o projeto há 15 meses com dinheiro de investidores. O valor não foi divulgado. A previsão é que a empresa fature R$ 7 milhões já no primeiro ano.

Aumento da expectativa de vida favorece setor

Com o aumento da expectativa de vida da população, a tendência é que aumente a oferta de serviços com foco na terceira idade, diz Fabiano Nagamatsu, consultor do Sebrae-SP (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

"O mercado é bastante promissor, e novos serviços estão começando a aparecer. O monitoramento a distância, por exemplo, é uma alternativa para espaços de recreação. Às vezes, o idoso precisa ser observado, mas prefere ficar na sua residência."

Outro especialista, Junior Nascimento, diretor da Cia de Franchising, diz que dois pontos favorecem as empresas que apostam no setor: o aumento da expectativa de vida da população e o alto custo para manter um cuidador em casa, com a nova lei das domésticas.

Resistência à tecnologia

Nagamatsu afirma, no entanto, que alguns idosos podem não querer usar a pulseira, o que é normal para esse público. Nascimento também diz que não é qualquer negócio que pode ser beneficiado com o aquecimento do mercado.

"É preciso tomar muito cuidado antes de fechar o negócio para verificar se a franquia está bem estruturada. O empresário precisa provar que teve sucesso no negócio antes de formatar uma rede. Só pode franquear o que se teve sucesso, o que foi testado. A experiência de outra empresa não é o bastante."

Onde encontrar

Tele Help  - http://www.telehelp.com.br/

24/7 Care - http://247care.com.br/

Lincare - http://www.lincare.com.br/

Saiba como evitar quedas de idosos

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos