Bolsas

Câmbio

Aos 9 anos, vendia trufas para viajar, e aos 37 fatura R$ 5 mi com pilates

Patrícia Büll

Colaboração para o UOL, em São Paulo

Roberto Perfeito, 37, começou sua vida de empreendedor cedo: aos 9 anos, revendia trufas de chocolate da tia no prédio onde morava, em São Paulo, para juntar dinheiro e poder viajar com o grupo de escoteiros. Hoje ele é sócio da Pure Pilates. A empresa faturou R$ 5 milhões no ano passado, com lucro de 20% (R$ 1 milhão).

"Juntar dinheiro para viajar com meus colegas deu tão certo que passou a ser o caminho para eu comprar algumas coisas sem pedir dinheiro aos meus pais."

Perfeito cresceu e trabalhou com vendas até 2014, quando se tornou sócio da Pure Pilates, criada por Douglas Paiva, 37, cinco anos antes. O investimento inicial de Perfeito foi de R$ 30 mil.

Leia mais:

"O Douglas conseguiu me mostrar que o pilates tinha um potencial de expansão enorme, já que cada vez mais pessoas buscam uma atividade que alia equilíbrio e benefícios para o corpo", diz.

A Pure Pilates é uma rede de franquia de estúdios de pilates, método desenvolvido pelo alemão Joseph Pilates, nos anos de 1920. Segundo Perfeito, o método enfatiza o desenvolvimento do corpo usando a força do próprio corpo.

A empresa tem 33 unidades em São Paulo e na Grande São Paulo (25 próprias e 8 franquias) e cerca de 2.500 alunos. Os sócios têm planos de expandir a franquia para outros Estados a partir de 2018.

A empresa planeja abrir 12 unidades em 2017. Até setembro, oito já haviam sido inauguradas, e duas estão em processo de assinatura de contrato.

Aluno tem aplicativo para gerenciar horários

Perfeito admite que os estúdios de pilates viraram "febre" nos últimos anos, mas diz acreditar que ainda haver espaço para crescer. Para ele, o que faz a diferença são a orientação profissional e os serviços exclusivos.

"Nossas turmas têm no máximo três alunos, o que permite um atendimento bem próximo e focado em cada um", afirma.

Para o franqueado, a empresa oferece um software de gestão exclusivo para a rede, desenvolvido por Paiva, que, antes de se formar em educação física, atuava em Tecnologia da Informação.

Segundo ele, outro diferencial é que o aluno tem acesso a um aplicativo exclusivo para gerenciar horários e aulas, o app Pure Pilates, disponível no Google Play e App Store.

O aplicativo permite agendar aulas, assistir a vídeos explicativos, ter dicas nutricionais e postar fotos, além de gerar notificações quando surgir vaga em horários desejados para reposição.

O valor da mensalidade varia de acordo com a localização do estúdio, mas custa R$ 280 (duas aulas semanais), em média.

Franquia custa R$ 75 mil

Segundo Perfeito, é possível faturar R$ 300 mil ao ano, tendo a partir de 80 alunos. "Esse faturamento pode ser atingido quando o franqueado já estiver maduro, no prazo de retorno do investimento", diz.

Confira os dados, fornecidos pela empresa, para abrir uma franquia:

  • Investimento inicial: R$ 75 mil (com taxa de franquia)
  • Capital de giro: de R$ 6.000 a R$ 10 mil
  • Royalties: 8% sobre o faturamento bruto
  • Faturamento médio mensal: R$ 25 mil (a partir de 80 alunos)
  • Lucro médio mensal: 35%
  • Retorno do investimento: entre 18 e 24 meses

O lucro prometido (35%) é maior do que o que o negócio obteve no ano passado (20%). Segundo Perfeito, isso aconteceria porque seus gastos com lojas próprias seriam maiores. "Manter o negócio sozinho acarreta mais gastos. Só recentemente começamos a ganhar com as franquias. Das 33 unidades, apenas oito são franquias. As outras 25 são estúdios próprios, e o custo de bancar tudo, sem as taxas que recebemos dos franqueados, acaba sendo maior", declara.

Falta de metodologia própria pode ser entrave

A coordenadora do Centro de Empreendedorismo da Faculdade Armando Álvares Penteado (Faap), Alessandra Andrade, diz que a busca por mais qualidade de vida permite que as franquias de pilates ainda sejam uma boa opção de negócio.

A especialista diz, no entanto, que a falta de uma metodologia própria pode ser um entrave para a expansão. Para ela, os estúdios de pilates são muito semelhantes. Assim, para arcar com o custo de uma franquia, o empresário teria que oferecer algum diferencial.

"O que o faz decidir entre franquias do mesmo segmento é o retorno, mas também o diferencial que vai oferecer. Precisa buscar algo que o torne único. O software de gestão é bacana, mas não é voltado para o aluno, que é quem precisa ser fidelizado. Nem mesmo o aplicativo de controle de horário tem esse poder, pois outras redes sociais poderiam resolver", diz.

Para Alessandra, investir em treinamentos e atualização dos profissionais e levar novidades para as aulas pode ser um caminho.

Onde encontrar:

Pure Pilates - https://www.purepilates.com.br/

Luciana Gimenez mostra como 'rala' para ter um corpo bonito

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos