Topo

Empreendedorismo


Programa ajuda startup a buscar investimento e atuar no Canadá; há 20 vagas

Divulgação
Participantes do StartOut Brasil em Lisboa (Portugal), no ano passado Imagem: Divulgação

Claudia Varella

Colaboração para o UOL, em São Paulo

2019-04-03T04:00:00

03/04/2019 04h00

Startups brasileiras interessadas em expandir seus negócios e captar investimentos no Canadá têm uma oportunidade de se preparar para a empreitada. Estão abertas as inscrições para o programa StartOut Brasil Ciclo Toronto (Canadá). A inscrição é gratuita e vai até 8 de abril no site. São 20 vagas. O resultado será divulgado no dia 7 de maio.

O StartOut Brasil é um programa de apoio à inserção de startups brasileiras nos mais promissores ambientes de inovação do mundo. As startups são acompanhadas por 18 meses, desde a preparação para internacionalização até a geração de negócios no Canadá.

As empresas selecionadas passarão por um processo de preparação para a missão em Toronto, que acontecerá de 23 a 28 de junho.

Em Toronto, terão uma semana de imersão com uma agenda voltada à prospecção de clientes e investidores e à conexão a ambientes de inovação, com visitas a aceleradoras, incubadoras e empresas locais, seminário de oportunidades, rodada de reuniões com potenciais parceiros de negócios e encontros com investidores, por exemplo.

Seleção das empresas

Serão selecionadas 15 startups brasileiras que nunca participaram ou que fizeram apenas um ciclo do programa e cinco startups classificadas como "graduadas", ou seja, aquelas que participaram de dois ou mais ciclos do StartOut Brasil.

"Até então havia 15 vagas. Mas percebemos uma recorrência em startups que já haviam participado de ciclos anteriores. Portanto, para darmos oportunidades a novas startups, criamos essa nova categoria de startups graduadas, que são as que já participaram de pelo menos dois ciclos anteriores", disse Natália Bertussi, especialista em Inovação do Sebrae.

As startups candidatas devem ser, obrigatoriamente, formalizadas e com potencial de internacionalização. Preferencialmente, elas devem ter faturamento superior a R$ 500 mil ou já ter recebido algum tipo de investimento.

É importante que as empresas tenham uma equipe 100% dedicada ao negócio, fluência em inglês e que demonstrem capacidade de se expandir internacionalmente sem comprometer suas operações no Brasil.

Na seleção, serão avaliados o modelo de negócio da startup, a qualificação da equipe, o grau de inovação, a maturidade e os objetivos para inserção internacional.

Preparação e acompanhamento por 18 meses

A preparação e o acompanhamento dessas empresas para a inserção no mercado canadense têm duração de 18 meses.

Inicialmente, cada startup recebe uma consultoria em que são analisados o perfil do negócio dela e a conexão com o mercado canadense.

Haverá também:

  • Sessões de consultoria com especialistas em expansão internacional.
  • Mentoria com especialistas no mercado canadense.
  • Treinamento online de "pitch" (apresentação sumária com objetivo de conquistar o investidor ou o cliente para seu negócio).
  • Acesso à plataforma "Passaporte para o Mundo" da Apex-Brasil.
  • Workshop presencial em São Paulo.
  • Sessões de consultoria após o retorno da missão para suporte e orientação com relação aos próximos passos para sua inserção no mercado canadense.

Serão quatro ciclos em 2019

O StartOut Brasil é uma iniciativa conjunta dos ministérios da Economia e das Relações Exteriores, Sebrae, Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) e Anprotec (Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores).

Desde 2017, já foram realizados cinco ciclos: Miami (EUA), Berlim (Alemanha), Paris (França), Buenos Aires (Argentina) e Lisboa (Portugal). O sexto ciclo aconteceu no mês passado em Santiago (Chile). Até o final do ano, serão realizados ainda os de Toronto, Londres (Inglaterra) e Xangai (China).

Onde encontrar:

StartOut Brasil Ciclo Toronto - https://www.startoutbrasil.com.br/ciclo/toronto/

51,5% dos empreendedores brasileiros são mulheres

Band Notí­cias

Mais Empreendedorismo