ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Finanças pessoais

Que vantagens bancos e fintechs estão dando para atrair sua conta-salário?

Colaboração para o UOL, em São Paulo

29/08/2018 04h00

A vida de quem quer transferir a conta-salário para outro banco ficou mais simples desde o mês passado, quando passaram a valer as novas regras do Banco Central para a portabilidade desse tipo de conta.

Já era possível trocar de instituição financeira para receber o salário. Mas o pedido de portabilidade era feito no banco de origem, o chamado “banco-folha”, onde o salário é depositado. E essa transação só poderia ser feita entre bancos tradicionais.

“Você tinha de ir a sua agência, e o gerente fazia de tudo para manter a sua conta ali. Agora, a lógica se inverteu, e o que está acontecendo é o mesmo que já acontece com telefonia”, afirmou Roy Martelanc, coordenador de projetos de finanças e banking da FIA (Fundação Instituto de Administração).

Leia também:

Novas regras podem reduzir custos para consumidor

Com o aumento da competição entre bancos e fintechs pelas contas-salário, é possível que os custos de muitos produtos e serviços financeiros sejam reduzidos com o tempo. “Pode haver queda porque os produtos entre os bancos são muito parecidos”, afirmou Martelanc.

“As fintechs são as que mais se beneficiam com essas mudanças. Os bancos tradicionais vão ter de movimentar, ser mais ágeis, baratear serviços e ter operações mais leves se quiserem competir”, disse.

Mas que vantagens já estão sendo oferecidas na prática para os clientes? Veja o que bancos tradicionais e fintechs fazem para tentar atrair novos correntistas:

Banco do Brasil

O Banco do Brasil mantém a estratégia de atuação para atrair e reter os clientes que recebem os salários no banco, como oferta de crédito consignado, crédito salário, crédito imobiliário e de financiamento de veículos com taxas diferenciadas.

Há ainda solução para investimento conforme o perfil do cliente, cartão de crédito com programa de recompensa, seguros de vida, residencial e de veículos e consórcio com taxas diferenciadas.

Bradesco

O Bradesco oferece condições que variam de acordo com as parcerias estabelecidas com as empresas públicas e privadas e com o perfil dos clientes. O banco aposta na rede de atendimento e portfólio completo de produtos e serviços financeiros e de seguros para atrair esses novos clientes.

Caixa Econômica Federal

Além do relacionamento, a Caixa Econômica também oferece redução ou isenção de tarifas de produtos e serviços, descontos e melhores condições em produtos de crédito, investimento e seguridade para quem fizer a portabilidade para o banco.

Há também desconto ou isenção da anuidade do cartão de crédito, na tarifa da cesta de serviços, taxas e prazos diferenciados para financiamento habitacional, para cheque especial e para outras linhas de crédito, como o pessoal, de automóvel e de imóvel.

Todas as vantagens podem mudar de acordo com o relacionamento do cliente com o banco.

Itaú Unibanco

O Itaú Unibanco afirmou que está “analisando os pedidos de portabilidade caso a caso para uma oferta personalizada e de acordo com as necessidades dos clientes”.

Nubank

O Nubank oferece os mesmos benefícios de quem abre uma conta com o banco digital para quem fizer a portabilidade. “O foco do Nubank sempre foi qualidade no serviço. A gente sempre pensa em como criar a melhor experiência de compra digital para crescermos com qualidade”, disse Vitor Olivier, líder da NuConta. “A gente foca nisso primeiro e não em preço.”

Além da anuidade no cartão e isenção da tarifa de transferência, a NuConta também oferece rendimento de até 100% do CDI. Segundo Olivier, o número de pedidos de portabilidade aumentou “significativamente” (mas ele não revelou números).

Original

Assim que as novas regras passaram a valer, o Banco Original colocou no ar uma grande campanha oferecendo benefícios para quem fizer a portabilidade para o banco digital.

Com a campanha, o banco disse ter tido um crescimento de 160% nas visitas ao site e de 38% no número de novos cadastros. Quem fizer a portabilidade, tem isenção de tarifas, redução pela metade na taxa de juros do cheque especial, do crédito parcelado e redução na anuidade do cartão black e outros cartões.

“Além disso, há investimentos com melhor remuneração, como é o caso da LCA”, afirmou Guilherme Oliveira, superintendente-executivo de Produtos do Banco Original.

Santander

O Santander afirmou que os clientes que recebem salário no banco já contavam com vantagens e benefícios. “No Santander, sempre valorizamos o relacionamento de longo prazo com os clientes e, mesmo antes da entrada em vigor das novas normas, os clientes que concentram suas operações conosco já contavam com benefícios em tarifas e taxas”, afirmou Rodrigo Cury, diretor de Cartões e Conta Corrente do Santander.

(Reportagem: Camila Mendonça; edição: Armando Pereira Filho)

Mais Finanças pessoais