PUBLICIDADE
IPCA
0,26 Jun.2020
Topo

Cinco coisas que você não deve fazer com os R$ 600 do auxílio emergencial

RafaPress/Getty Images
Imagem: RafaPress/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

18/04/2020 04h00

O governo federal começou a pagar a primeira parcela do auxílio emergencial de R$ 600, para conter a crise criada pela pandemia de coronavírus. O financista Fabrizio Gueratto, do Canal 1Bilhão Educação Financeira, descreve cinco coisas que o beneficiário não deve fazer com esse dinheiro. Veja abaixo.

1) Não emprestar o dinheiro

Embora muitos estejam enfrentando uma situação difícil, não é recomendado emprestar esse dinheiro para outras pessoas. Tenha cautela e guarde o que não usar agora para usufruir futuramente.

2) Fazer gastos desnecessários

Há momento para tudo, e nos tempos atuais, gastos com itens supérfluos devem ser descartados.

É fundamental conhecer bem sua situação financeira, sabendo quanto entra de dinheiro, quanto sai e quanto tem de dívidas.

3) Realizar sonhos

Todas as pessoas têm sonhos e objetivos e, certamente, querem concretizá-los. Porém, nesta situação atual, trocar de moto, carro ou celular não é o ideal.

4) Fazer dívidas

Não é indicado parcelar suas compras num momento em que não há dinheiro de sobra. Isso pode resultar em mais dívidas.

5) Investir sem cuidado

As ações caíram bastante nos últimos tempos, mas ainda podem cair ainda mais. Por isso, antes de decidir investir na Bolsa é fundamental conhecer o mercado financeiro e fazer um planejamento. Apostar tudo o que possui na Bolsa de Valores é um grande perigo.

Também neste momento de incerteza, é preciso tomar cuidado com as pirâmides financeiras, pois prometem alta lucratividade em um curto período. No mundo dos investimentos, não existem milagres.

Finanças pessoais