PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

BDR, uma maneira simples de você investir no exterior

Conteúdo exclusivo para assinantes

Luciane de Almeida

08/12/2021 04h00

Você, investidor, já deve ter ouvido muitas vezes, que diversificar a carteira de investimentos é o melhor caminho para potencializar ganhos e reduzir riscos.

Aqui no Brasil, a alta recorrente da inflação e as incertezas políticas e fiscais trouxeram nos últimos meses muita volatilidade para o cenário econômico brasileiro e despertaram o interesse dos investidores em buscar alternativas de investimentos no mercado externo.

As vantagens de investir no exterior são ter mais oportunidades de ganhos em empresas de maior potencial de crescimento e de segmentos que não têm no Brasil e ainda ter menor exposição aos efeitos do cenário econômico nacional.

E diferente do que muitas pessoas pensam, para investir no exterior não precisa necessariamente abrir conta em uma corretora estrangeira e enviar o dinheiro para outro país. O investidor que quer iniciar a diversificar seus investimentos no exterior, e ainda não sabe exatamente como investir diretamente, conta com diversas opções mais práticas e simples.

Uma opção bem interessante é começar com os BDRs, que antes eram somente para investidor qualificado, e desde outubro de 2020 a CVM liberou para todos os investidores.

Mas afinal, o que são BDRs?

Brasilian Depositary Receipt, que em português significa Recibos Depositários Brasileiros, são recibos de ações estrangeiras, negociados aqui na Bolsa do Brasil, a B3, e que representa a ação da empresa emitida no exterior.

Na prática, uma instituição financeira, compra lá na Bolsa americana a ação de uma empresa, emite um certificado de compra dessa ação e registra aqui no Brasil. Quando o investidor compra esse certificado, BDR, adquire os direitos de valorização do preço, dividendos e bonificação, mas não tem o ativo de fato.

Vantagens

- Investir nas maiores empresas do mundo

- Diversificar a carteira com praticidade

- Ter uma parte da carteira com exposição ao dólar, mesmo negociando em real

- Movimentar com facilidade, porque a compra e a venda são diretamente no "home broker" da instituição que você já mantém movimentação

- Fazer toda a negociação na Bolsa de Valores brasileira

Tributação

Assim como os demais investimentos, os rendimentos de BDRs são tributados em Imposto de Renda.

Na venda, o lucro terá a cobrança de imposto na alíquota de 15%, e se comprar e vender no mesmo dia, conhecido como "day trade", a alíquota é de 20%.

Diferente das negociações em ações, não há a isenção de até R$ 20 mil de venda no mês.

Os dividendos recebidos dos BDRs são tributados lá fora; assim, você investidor, recebe o valor já líquido do imposto e das taxas de intermediação da instituição.

Riscos

BDR é um investimento de renda variável, portanto, você está sujeito às variações do preço da ação, assim como o risco da estratégia e administração da empresa. Lembre-se que, ao investir em ações, você se torna sócio do negócio.

É bem importante entender se o investimento é para o seu perfil de investidor, ou seja, se você tolera o risco, e se considerar se está adequado aos seus objetivos e prazo.

Este material foi elaborado exclusivamente pelo PagBank e tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta de valor mobiliário ou promessa de retorno financeiro e/ou isenção de risco . Os valores mobiliários discutidos neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão realizar o processo de suitability para a identificação dos produtos adequados ao seu perfil de risco. Os investidores que desejem adquirir ou negociar os valores mobiliários cobertos por este material devem obter informações pertinentes para formar a sua própria decisão de investimento. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Os desempenhos anteriores não são indicativos de resultados futuros.

PUBLICIDADE

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL