Só para assinantesAssine UOL

Carrefour (CRFB3) anuncia pagamento de R$ 179 milhões em JCP; ações sobem

O Grupo Carrefour (CRFB3) anunciou aos acionistas, nesta segunda-feira (13), o pagamento de Juros sobre Capital Próprio (JCP) no valor total de R$ 179 milhões.

Em comunicado publicado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), os JCP do Carrefour (CRFB3) foram aprovados na reunião do Conselho de Administração em 12 de junho.

O montante total pago será de R$ 179.000.000,00, equivalente a R$ 0,0849 por ação.

Os valores serão pagos pela companhia em uma única parcela, no dia 29 de novembro de 2023, na proporção da participação de cada acionista.

Apenas os investidores que detinham ações de CRFB3 no dia 15 de junho de 2023 terão direito de receber os rendimentos. A partir do dia 16 de junho, as ações foram negociadas sem direito aos dividendos.

O pagamento será realizado na proporção da participação de cada acionista, com retenção do Imposto de Renda na fonte, exceto para os acionistas comprovadamente imunes ou isentos.

O valor dos JCP terá retenção do imposto de renda na fonte, com alíquota de 15%, resultando em aproximadamente R$ 0,072165 por ação.

JCP do Grupo Carrefour (CRFB3)

  • Valor total: R$ 179 milhões
  • Valor por ação: R$ 0,0849 por ação
  • Data de corte: 15/06/2023
  • Data do pagamento: 29/11/2023
Continua após a publicidade

Próximo à publicação dos JCP, a cotação das ações da CRFB3 subiam 1,32%, cotada na casa dos R$ 10,74 às 10h30 (de Brasília).

No semestre, o papel acumula alta baixa de 6,65% e no ano, uma queda de 35,26%.

No terceiro trimestre deste ano, o Carrefour Brasil (CRFB3) reportou um lucro líquido de R$ 132 milhões no trimestre, queda de 59,1% na base de comparação com o mesmo período de 2022, em base normal, incluindo eventos não recorrentes.

Já o lucro ajustado, excluindo efeitos não recorrentes, foi de R$ 212 milhões no terceiro trimestre de 2023, uma queda de 17,4% na comparação com o resultado do mesmo período de 2022.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) em base ajustada teve redução de 13,4% em um ano, somando R$ 1,47 bilhão.

Este material foi elaborado exclusivamente pelo Suno Notícias (sem nenhuma participação do Grupo UOL) e tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar decisão de investimento, não constituindo nenhum tipo de oferta de valor mobiliário ou promessa de retorno financeiro e/ou isenção de risco. Os valores mobiliários discutidos neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão realizar o processo de suitability para a identificação dos produtos adequados ao seu perfil de risco. Os investidores que desejem adquirir ou negociar os valores mobiliários cobertos por este material devem obter informações pertinentes para formar a sua própria decisão de investimento. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Os desempenhos anteriores não são indicativos de resultados futuros.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora