PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Veja 5 ações mais recomendadas para dezembro na Bolsa

Exclusivo para assinantes UOL

Márcio Anaya

Colaboração para o UOL, em São Paulo

03/12/2020 04h00

O acompanhamento feito pelo UOL Economia+ mostra cinco ações entre as mais escolhidas pelos analistas nas carteiras recomendadas para dezembro. Os papéis da B3 e da Vale lideram as indicações, considerando os portfólios divulgados por oito corretoras*. Confira a seguir a lista completa:

  • B3 (B3SA3): 6 recomendações.
  • Vale (VALE3): 6 recomendações.

  • Magazine Luiza (MGLU3): 5 recomendações.
  • Petrobras PN (PETR4): 5 recomendações.
  • Via Varejo (VVAR3): 4 recomendações.

*Levantamento feito com base nas carteiras recomendadas pelas seguintes instituições: Ágora Investimentos, BB Investimentos, BTG Pactual, Guide Investimentos, Mirae Asset Corretora, MyCap Investimentos, Necton Investimentos e Planner Corretora.

Otimismo global tende a continuar

Em relatório que acompanha a carteira de ações recomendada para dezembro, o BTG Pactual diz que as perspectivas são animadoras para a economia global, com a vacinação contra a covid-19 podendo começar neste mês em alguns países.

A instituição cita ainda as taxas de juros historicamente baixas em todo o mundo e medidas adicionais de estímulo econômico que podem ser anunciadas em breve (especialmente nos EUA), mantendo o interesse dos investidores por ativos de risco em níveis relativamente elevados.

No mês passado, chamou atenção a entrada expressiva de recursos estrangeiros na Bolsa brasileira —com saldo líquido na casa de R$ 32 bilhões, até o dia 27—, contribuindo para uma alta de quase 16% do principal índice de ações do país (Ibovespa), após três meses de resultados negativos.

Na opinião do BTG, a recuperação foi quase exclusivamente impulsionada pelos mercados globais, tendo em vista que, no cenário interno, seguem fortes as preocupações com a situação fiscal.

Apesar disso, a atividade econômica tem surpreendido positivamente, o que levou o banco a ajustar para cima sua projeção de alta do PIB (Produto Interno Bruto) no próximo ano, de 3% para 3,5% —pela primeira vez desde o início da pandemia, conforme relatório do banco.

Para este mês e principalmente 2021, a Mirae Asset Corretora diz manter uma visão positiva para a economia brasileira, apesar da maior aversão ao risco fiscal.

Novos investidores sustentam aposta na B3

As ações da B3 figuram em seis dos oito portfólios indicados para dezembro, conforme monitoramento feito pelo UOL Economia+.

Os papéis da Bolsa estão entre as novidades escolhidas pela Planner para o período. Em relatório, a corretora destaca que, desde o início do ano, a base de investidores de varejo cresceu 84% e atingiu 3,1 milhões de contas em setembro, contribuindo para a manutenção dos elevados volumes negociados nas plataformas da B3.

Esse público, na avaliação do BTG, deve continuar ingressando no mercado de ações, embora em um ritmo mais lento.

"Os mercados de capitais permanecem muito fortes, e os ruídos político e da pandemia continuam contribuindo para a forte volatilidade", afirma a instituição, que mantém as ações da Bolsa como uma das principais recomendações no Brasil. O banco cita ainda as taxas de juros nas mínimas históricas, o que favorece a busca por ativos com risco mais elevado.

Horizonte para Vale segue positivo

A Vale divide com a B3 a liderança de recomendações neste mês, acumulando também seis indicações. Em sua análise, o BTG elogia a história de transformação da empresa nos últimos anos, "marcando o renascimento de um gigante da mineração".

Ontem (2), a companhia realizou o "Vale Day", encontro virtual com analistas e investidores, para apresentar seu plano estratégico para o próximo ano. Entre os destaques, estão previstos investimentos de US$ 5,8 bilhões e um avanço de até 11% na produção de minério de ferro.

Na semana passada, a empresa comunicou a retomada e expansão das atividades no Serra Leste, em Curionópolis (PA), paralisadas desde janeiro de 2019, projeto com o qual espera recuperar a capacidade produtiva de 400 milhões de toneladas de minério de ferro por ano.

O BTG espera ainda que a Vale permaneça altamente "amigável aos acionistas" no futuro e projeta um retorno com dividendos de 12% dos papéis da companhia em 2021. "Os fundamentos do minério de ferro (oferta e demanda) permanecem fortes, já que a demanda da China continua nos surpreendendo."

Carteiras completas das oito instituições pesquisadas

Ágora Investimentos

  • Incluiu: Omega Geração (OMGE3) e Via Varejo (VVAR3).
  • Retirou: Cesp PNB (CESP6) e Lojas Americanas PN (LAME4).
  • Carteira recomendada: B3 (B3SA3), Eletrobras PNB (ELET6), Iguatemi (IGTA3), Itaú PN (ITUB4), Klabin Unit (KLBN11), Omega Geração (OMGE3), Petrobras PN (PETR4), Rumo (RAIL3) e Vale (VALE3) e Via Varejo (VVAR3).

BB Investimentos

  • Incluiu: BRF (BRFS3), Centauro (CNTO3), Ecorodovias (ECOR3) e Magazine Luiza (MGLU3).
  • Retirou: Alupar Unit (ALUP11), Klabin Unit (KLBN11), Unidas (LCAM3) e Via Varejo (VVAR3).
  • Carteira recomendada: Bradesco PN (BBDC4), BRF (BRFS3), Centauro (CNTO3), Cyrela (CYRE3), Ecorodovias (ECOR3), Magazine Luiza (MGLU3), Raia Drogasil (RADL3), Randon PN (RAPT4), Santander Unit (SANB11), Vale (VALE3).

BTG Pactual

  • Incluiu: Suzano (SUZB3).
  • Retirou: Energisa Unit (ENGI11).
  • Carteira recomendada: B3 (B3SA3), CCR (CCRO3), Cyrela (CYRE3), Suzano (SUZB3), Gerdau PN (GGBR4), Magazine Luiza (MGLU3), Oi (OIBR3), Petrobras PN (PETR4), TIM (TIMP3) e (VALE3).

Guide Investimentos

  • Incluiu: Cosan (CSAN3), Itaú PN (ITUB4), Renner (LREN3), Multiplan (MULT3), Petrobras PN (PETR4) e Yduqs (YDUQ3).
  • Retirou: BTG Pactual Unit (BPAC11), JBS (JBSS3), Locaweb (LWSA3), Movida (MOVI3), Natura (NTCO3) e Weg (WEGE3).
  • Carteira recomendada: B3 (B3SA3), Cosan (CSAN3), Hapvida (HAPV3), Itaú PN (ITUB4), Renner (LREN3), Magazine Luiza (MGLU3), Multiplan (MULT3), Petrobras PN (PETR4), Vale (VALE3) e Yduqs (YDUQ3).

Mirae Asset Corretora

  • Incluiu: Cosan (CSAN3), Duratex (DTEX3) e Klabin Unit (KLBN11).
  • Retirou: Localiza (RENT3), MRV (MRVE3) e Romi (ROMI3).
  • Carteira recomendada: Banco do Brasil (BBAS3), Cosan (CSAN3), Duratex (DTEX3), Gerdau PN (GGBR4), Iochpe-Maxion ON (MYPK3), Klabin Unit (KLBN11), Magazine Luiza (MGLU3), Randon PN (RAPT4), Vale (VALE3) e Via Varejo (VVAR3).

MyCap Investimentos

  • Incluiu: Ecorodovias (ECOR3) e Lojas Americanas PN (LAME4).
  • Retirou: Usiminas PNA (USIM5) e Via Varejo (VVAR3).
  • Carteira recomendada: B3 (B3SA3), Ecorodovias (ECOR3), Eletrobras ON (ELET3), Eztec (EZTC3), Gerdau PN (GGBR4), Itaúsa PN (ITSA4), Lojas Americanas PN (LAME4), Magazine Luiza (MGLU3), Petrobras PN (PETR4), Rumo (RAIL3).

Necton Investimentos

  • Incluiu: ETF Small Caps (SMALL1), Multiplan (MULT3) e Simpar (SIMH3).
  • Retirou: Gerdau PN (GGBR4), Hapvida (HAPV3) e Marfrig (MRFG3).
  • Carteira recomendada: B3 (B3SA3), Banco do Brasil (BBAS3), Bradesco PN (BBDC4), ETF Small Caps (SMALL1), MRV (MRVE3), Multiplan (MULT3), Petrobras PN (PETR4), Simpar (SIMH3), Vale (VALE3) e Via Varejo (VVAR3).

Planner Corretora

  • Incluiu: B3 (B3SA3), Neoenergia (NEOE3) e Notre Dame Intermédica (GNDI3).
  • Retirou: BB Seguridade (BBSE3), C&A Modas (CEAB3) e Locaweb (LWSA3).
  • Carteira recomendada: B3 (B3SA3), Ecorodovias (ECOR3), M.Dias Branco (MDIA3), Minerva (BEEF3), Neoenergia (NEOE3), Notre Dame Intermédica (GNDI3), Petrobras Distribuidora (BRDT3), Telefônica Brasil (VIVT3), Trisul (TRIS3) e Via Varejo (VVAR3).

O preço e o desempenho das ações podem ser conferidos na página de cotações do UOL Economia.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.