PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

B3 libera novos fundos de ações estrangeiras para investidor; vale a pena?

Exclusivo para assinantes UOL

Camila Mendonça

Do UOL, em São Paulo

29/03/2021 18h58

A Bolsa de Valores liberou, nesta segunda-feira (29), mais opções para quem quer investir em aplicações ligadas a empresas ou Bolsas do exterior. Ao todo são 12 novos BDRs (Brazilian Depositary Receipts) de ETFs (Exchange Traded Fund) para o investidor pessoa física, todos geridos pela BlackRock, uma das maiores gestoras de ativos do mundo.

O BDR é um título que representa uma ação de uma empresa, um fundo ou um índice de alguma Bolsa estrangeira. Os ETFs são um tipo de fundo, que replica o desempenho de outra coisa. Por exemplo, um ETF de Ibovespa replica o desempenho da Bolsa brasileira.

Com os novos BDRs da B3, os brasileiros poderão, na prática, comprar cotas de fundos que investem em empresas globais e de fundos que replicam as Bolsas de países como Alemanha e Reino Unido.

Até setembro do ano passado, somente investidores que tinham mais de R$ 1 milhão investido tinham acesso aos BDRs. Desde então, eles foram liberados aos pequenos investidores. Confira abaixo quais são os novos BDRs e se vale a pena investir neles, segundo especialistas ouvidos por UOL.