PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Com alta da inflação, Tesouro IPCA rende mais? Veja se é bom para você

Conteúdo exclusivo para assinantes

Do UOL, em São Paulo

11/08/2021 04h00

Depois do Tesouro Selic, o Tesouro IPCA é um dos títulos mais populares do Tesouro Direto. Quando você investe em um título público, você empresta dinheiro ao governo por um determinado prazo, e recebe esse valor corrigido. No caso do Tesouro IPCA, a correção está atrelada ao IPCA, índice oficial de inflação do país. Ou seja, quem investe nesse título, recebe uma determinada taxa de juros acima da inflação.

Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a inflação do país tem aumentado e foi a 0,96% em julho, a maior alta desde 2002. Nos últimos 12 meses, o índice acumula alta de 8,99%. Com esse aumento, o Tesouro IPCA fica mais atrativo? Analistas participaram do Guia do Investidor UOL, série de eventos do UOL para quem quer investir e falaram sobre o título. Veja o que eles disseram.

A rentabilidade muda com a inflação

Apesar de a inflação corroer o poder de compra da população, principalmente da mais pobre, quem investe no Tesouro IPCA pode colher os frutos do aumento da taxa.

"A rentabilidade do Tesouro IPCA tem uma parte pós-fixada e uma parte prefixada. Quando você compra esse título, você tem uma variação acima da inflação todo ano. Se a inflação está aumentando muito, esse título vai ter uma rentabilidade maior", afirma Gabriela Mosmann, analista sênior da casa de análises Suno Research, durante o encontro do Guia do Investidor UOL.

Hoje, existem quatro títulos do Tesouro Direto atrelados à inflação, com prazos de vencimento em 2026, 2035, 2045 e 2055, com pagamento de juros semestrais. A rentabilidade vai de 4,24% a 4,69% ao ano, acima da inflação.

"Ele vai corrigindo, conforme a variação do IPCA [índice oficial de inflação]. Com ele, você não precisa se preocupar tanto porque é basicamente manter o seu poder de compra. Se a inflação for maior, você vai ter rentabilidade maior, e seu poder de compra está mantido", afirma Mosmann.

O valor prefixado varia conforme as expectativas da economia, diz a analista. "O prefixado vai ser o seu ganho real, a rentabilidade do seu investimento. Gosto muito desse título porque ele tem o poder de proteger seu dinheiro da inflação", afirma.

Para quem é o Tesouro IPCA?

"Ele é mais indicado para pessoas que têm o objetivo de se proteger da inflação no longo prazo", afirma Roberto Indech, estrategista-chefe da corretora Clear e sócio da XP Inc.

Para ele, o título é ideal para pessoas que querem investir para seus filhos pequenos, que têm interesse em fazer cursos em uma universidade fora do país, aposentadoria e outras metas de médio a longo prazo.

Aqui, o analista faz um alerta: mantenha o título até a data de vencimento para não correr o risco de perder dinheiro.

"Esses títulos têm um preço, um valor de referência de negociação, por conta da oscilação da perspectiva da taxa de juros no país, que ora sobe, ora cai. Se um dia você tem noticias positivas sobre o país, é possível que a perspectiva da taxa de juros comece a descer e como os preços são inversamente proporcionais, eles começam a subir e vice-versa", afirma Indech.

"Muita gente entra no Tesouro IPCA sem saber que é possível você ter perdas. Por isso recomendo que as pessoas levem até o vencimento. Agora no meio do caminho é possível que algumas pessoas estejam ganhando rentabilidade bem atrativa e aí elas se perguntam: vale a pena sair? Depende da situação e do que tiver de outras oportunidades no mercado de investimento, mas acredito que as pessoas têm que entrar com a cabeça de que tem que levar até o vencimento", afirma.

Guia do Investidor UOL é trilha para quem quer começar a investir

O Guia do Investidor UOL é uma série de eventos quinzenais e gratuitos do UOL que funciona como uma trilha de conhecimento, que passará por temas como comportamento, investimentos básicos para iniciantes a investimentos mais arrojados, como ações, fundos multimercado e até criptomoedas.

Para ajudar os leitores nessa trilha, investidores profissionais, analistas, e grandes especialistas do mercado darão aulas quinzenais para ensinar o passo a passo dos investimentos.

Você pode conferir a programação do Guia do Investidor UOL aqui.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.

PUBLICIDADE

O Guia do Investidor UOL é uma série de eventos quinzenais e gratuitos que apresenta todos os passos para quem quer aprender a investir e entender melhor sobre o mercado financeiro. Veja as histórias inspiradoras e dicas de especialistas para multiplicar o seu dinheiro