PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Eletrobras tem queda de 5,3% após ação ser definida em R$ 42; vale comprar?

Eletrobras - Getty Images
Eletrobras Imagem: Getty Images
Conteúdo exclusivo para assinantes

Lílian Cunha

Colaboração para o UOL, em São Paulo

10/06/2022 13h02Atualizada em 10/06/2022 13h02

Depois da definição do valor das ações do processo de privatização da Eletrobras (ELET6 e ELET3) o preço dos papéis da empresa de energia estão em queda hoje. Às 12h40, ELET6 caia 5,36%, para R$ 40,22, e ELET3 tinha desvalorização de 3,86%, para R$ 41,38.

O preço por ação no processo de privatização foi fixado ontem (9) em R$ 42 por unidade — um desconto de 3,4% em relação aos R$ 43,46 do fechamento de 27 de maio, data em que foi protocolada a venda na CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

E por que as ações estão em baixa hoje?

Segundo Ilan Arbetman, analista da Ativa Investimentos, dois grandes fundos internacionais acharam o preço da ação muito alto e não participaram da compra. São eles do GIC, de Cingapura, e o fundo de pensão CPTIB, do Canadá.

"O mercado esperava uma captação de R$ 60 bilhões. Se isso se concretizasse, ia ser preciso fazer o rateio, a divisão das ações, e por isso ontem houve uma busca muito grande pelos papéis da empresa", explica ele. A ELET3, por exemplo, fechou cotada ontem em R$ 43,04, alta de 2,14%.

Mas, como a oferta ficou em R$ 29,3 bi, podendo chegar a R$ 33,7 bilhões, não foi preciso fazer a divisão dos ativos, e por isso hoje acontece a venda. "É normal. As ações estão em correção hoje devido à oferta ter saído num patamar abaixo do fechamento de ontem (9)", diz Regis Chinchila, analista da Terra Investimentos.

Quem comprou fora do processo de privatização se deu mal?

"O investidor que entrou nas ofertas da Eletrobras, ou que comprou antes, deve ter uma visão de longo prazo. Não encaramos dessa maneira, de ter 'se dado mal', mesmo que as ações estejam desvalorizando hoje", diz Chinchila.

Confira abaixo, em espaço destinado a assinantes, qual é a recomendação de compra e venda das ações.

E vale a pena comprar agora?

Sim, diz Arbetman. "Na visão de longo prazo, a gestão da empresa deve melhorar muito, e isso vai ser positivo para as ações", afirma ele.

Para a casa de análises Eleven, com a concretização da oferta, a recomendação também é de compra.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.