Só para assinantesAssine UOL

Quais investimentos protegem seu dinheiro da inflação?

Quase todo investidor sabe da importância de proteger o seu dinheiro da inflação no longo prazo.

Saiba quais são os investimentos mais adequados para isso e a fatia que eles devem ocupar na sua carteira. "Você precisa entender os riscos e não pode fixar que a inflação vai ser x ou y. A inflação vai variar ao longo do tempo", diz a planejadora financeira Lueny Santos, no Papo com Especialista, programa ao vivo do UOL.

Leia abaixo a análise da planejadora financeira e assista ao trecho do programa. O Papo com Especialista é um tira-dúvidas sobre investimentos exclusivo para assinantes e é transmitido semanalmente, às quintas-feiras, das 16h às 16h40.

Para também ter sua dúvida respondida no programa, envie sua questão para o Papo pelo email uoleconomiafinancas@uol.com.br.

A rentabilidade atrelada à inflação

Invista em produtos que rendem acima da inflação. São eles: fundos de investimentos, alguns ETFs e títulos da renda fixa. Entre os títulos, estão: Tesouro IPCA, Tesouro RendA+, LCIs, LCAs, CDBs, debêntures, CRIs e CRAs que acompanhem o IPCA. São produtos da renda fixa, com emissores diferentes (governo, bancos, financeiras e empresas). "Basicamente, você vai ganhar IPCA, que vai mudar ao longo dos anos, mais uma taxa fixa", diz. Ou seja, eles sempre vão render acima da inflação.

Mas atenção: há uma fatia destes investimentos indicada na carteira. A fatia dos ativos na sua carteira vai depender do seu perfil de investidor. Segundo ela, uma média recomendada pelo mercado é ter de 10% a 15% da sua carteira em produtos atrelados à inflação.

Fique atento à marcação a mercado. Se você precisar vender o título antes do vencimento, estará sujeito à marcação a mercado. Você até consegue vender o produto, mas pelo valor que o mercado está pagando por ele naquele momento. "Dependendo do momento que você fizer isso, a marcação pode ser negativa. Ou seja, você pode perder dinheiro se resgatar o dinheiro naquele momento", afirma. Por isso, o ideal é manter o título até o vencimento.

Continua após a publicidade

Aulão "Quer ser milionário? Veja como investir e o que não te contam"

Ter R$ 1 milhão na conta é o sonho de muita gente. O que não te contam é que esse é um caminho que exige disciplina nos aportes e consistência nos seus investimentos. Também pode não ser para todo mundo, já que o valor a ser acumulado depende do seu padrão de vida — o importante mesmo é investir de acordo com os seus objetivos para conseguir realizar seus sonhos.

Para quem quer juntar dinheiro pensando no futuro, UOL tem um especial chamado "Quer ser milionário? Veja como investir e o que não te contam".

É uma série de três aulas ao vivo que começou no dia 27 de julho. Falaremos sobre como investir para conquistar seus sonhos, que erros devem ser evitados e como montar uma carteira de investimentos ideal para o seu perfil.

Assista ao aulão no Papo com Especialista, programa ao vivo do UOL, todas as quintas-feiras, das 16h às 16h40. Assinantes do UOL podem rever as aulas quantas vezes quiserem. Assine aqui e participe!

A última série do Papo com Especialista foi sobre como sair da poupança com segurança e ver seu dinheiro rendendo mais. Para saber mais, acesse "Como sair da poupança: Especial mostra passo a passo para investir melhor".

Continua após a publicidade

Quer investir melhor? Receba dicas no seu email

Você quer aprender a ganhar dinheiro com segurança em investimentos no curto, médio e longo prazo, mesmo que nunca tenha investido?

O UOL tem uma newsletter diária gratuita que o ajuda nesse objetivo. Assine o Por Dentro da Bolsa aqui. Você recebe todos os dias, antes da abertura da Bolsa, uma análise do mercado feita pela equipe do PagBank Investimentos para aprender a investir melhor.

Você também recebe, semanalmente, uma análise sobre investimentos, com dicas sobre como aplicar melhor o seu dinheiro. Para assinar a newsletter gratuita de investimentos do UOL, é só clicar aqui. UOL Investimentos ainda tem diversos conteúdos diários que te ajudam a lidar melhor com seu dinheiro.

Tem dúvidas sobre ações, fundos e outros investimentos da Bolsa? Envie sua pergunta para uoleconomiafinancas@uol.com.br.

Este material não é um relatório de análise, recomendação de investimento ou oferta de valor mobiliário. Este conteúdo é de responsabilidade do corpo jornalístico do UOL Economia, que possui liberdade editorial. Quaisquer opiniões de especialistas credenciados eventualmente utilizadas como amparo à matéria refletem exclusivamente as opiniões pessoais desses especialistas e foram elaboradas de forma independente do Universo Online S.A.. Este material tem objetivo informativo e não tem a finalidade de assegurar a existência de garantia de resultados futuros ou a isenção de riscos. Os produtos de investimentos mencionados podem não ser adequados para todos os perfis de investidores, sendo importante o preenchimento do questionário de suitability para identificação de produtos adequados ao seu perfil, bem como a consulta de especialistas de confiança antes de qualquer investimento. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura e não está isenta de tributação. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, a depender de condições de mercado, podendo resultar em perdas. O Universo Online S.A. se exime de toda e qualquer responsabilidade por eventuais prejuízos que venham a decorrer da utilização deste material.

Deixe seu comentário

Só para assinantes