Só para assinantesAssine UOL

Quer ser milionário? Veja como se organizar para tentar juntar R$ 1 milhão

Como organizar as finanças para atingir este objetivo? Veja as reflexões e planejamento que você deve fazer ao almejar ter R$ 1 milhão.

"É importante lembrar que estamos falando de pessoas diferentes, que têm realidades, prioridades e sonhos totalmente diferentes", afirma a planejadora financeira Lueny Santos, no Papo com Especialista, programa ao vivo do UOL.

Esse é o primeiro aulão da série "Quer ser milionário? Veja como investir e o que não te contam". A série vai ter três aulas ao vivo.

Assista ao aulão no Papo com Especialista, programa ao vivo do UOL, todas as quintas-feiras, das 16h às 16h40. Assinantes do UOL podem rever as aulas quantas vezes quiserem. Assine aqui e participe!

Para também ter sua dúvida respondida no programa, envie sua questão para o Papo pelo email uoleconomiafinancas@uol.com.br.

Ter um milhão é prioridade pra você?

Tire o foco do número e pense em seus projetos. "O que representa para você ter R$ 1 milhão? Por que buscar esse valor?", diz Lueny.

O foco no projeto vai te ajudar a guardar dinheiro e chegar ao objetivo. Fazer uma viagem, comprar a casa própria, trocar de carro, fazer cursos, proporcionar uma boa educação para os filhos, ter uma aposentadoria tranquila financeiramente são exemplos de objetivos que as pessoas têm ao longo da vida. "Nesse contexto de acumular R$ 1 milhão, é importante lembrar que falamos de pessoas diferentes, que têm realidades, prioridades e sonhos totalmente diferentes. Não dá para colocar todo mundo na mesma caixinha", afirma Lueny.

Continua após a publicidade

Você precisa ter clareza que ter R$ 1 milhão faz sentido dentro do seu contexto.

Quais são seus objetivos com o dinheiro?

Antes de começar a investir, o primeiro passo é entender qual a finalidade do seu dinheiro.

Definir objetivos te ajuda a ter clareza nas mudanças que você precisa fazer no seu padrão de vida e a priorizar o que, de fato, é importante. E são as características desses seus projetos que vão ditar quais investimentos vão fazer sentido para você.
Lueny Santos, planejadora financeira

É preciso considerar as mudanças que você precisará fazer no seu padrão de vida. E também as características mais importantes nos seus projetos que vão te ajudar a filtrar os investimentos mais adequados

O valor necessário para juntar R$ 1 milhão ou mais deve ser fruto de reflexões, contas e ponderações. "Vale tentar simular como será sua vida daqui a 30, 40 anos. Basicamente, deve ser um número que você gostaria de alcançar para ter uma aposentadoria tranquila, para manter o seu padrão de vida hoje e dentro da sua realidade", diz ela.

Continua após a publicidade

Aposentadoria não é o seu único projeto na vida. "Afinal, ao longo do seu período de acumulação, você também quer aproveitar a sua vida, realizar os seus outros sonhos. Então, vale encontrar o equilíbrio e definir se o R$ 1 milhão é uma prioridade, de fato, se isso cabe dentro do seu orçamento e também se está de acordo com os outros projetos que você quer realizar", diz.

Faça uma lista com todos os seus projetos, mesmo que eles não caibam, todos, no seu orçamento agora. Comece a dividir o valor que você tem por mês entre os projetos.

Esse R$ 1 milhão -- ou milhões -- que você precisará acumular ao longo da sua vida começará a fazer sentido, porque você vai conseguir visualizar para onde vai o dinheiro. Caso contrário, é difícil imaginar que daqui a 10, 20 anos você terá R$ 1 milhão na conta.
Lueny Santos

Como definir prioridades, já que dinheiro não dá para tudo?

Tenha clareza de quanto custam os seus sonhos. "Há uma boa chance de você se deparar com números bastante altos, e isso pode te assustar. Mas, com isso em mãos, você tem duas opções: jogar tudo para o alto, não se planejar para isso e assumir as consequências lá na frente ou começar a olhar para o seu orçamento para definir o que será prioridade", diz Lueny.

Antes de pensar no R$ 1 milhão, pense nos seus projetos. Por exemplo: Projeto da reserva financeira, projeto da viagem e projeto da aposentadoria. "Daí você precisa fazer a conta para ver quanto precisará guardar todo mês para conseguir realizar todos eles", diz.

Continua após a publicidade

Para juntar R$ 15 mil em 12 meses, por exemplo, você precisará guardar R$ 1.250 por mês. "Se você não consegue guardar R$ 1.250 por mês, então, você já sabe que não conseguirá realizar esse projeto", diz.

O que fazer? Há duas opções: diminuir o valor (de R$ 15 mil para R$ 10 mil, e guardar R$ 833 por mês, no exemplo acima) ou manter o valor (R$ 15 mil) e aumentar o prazo (de 12 meses para 20 meses, guardando R$ 750 por mês).

Daí você olha para o seu orçamento e tenta encaixar um desses valores por mês. E faz escolhas, como economizar aqui [lazer, compras, etc.] para direcionar o dinheiro para o meu projeto. Você começa a fazer adequações nesses sonhos. Por isso, é importante saber o prazo do seu projeto para poder escolher melhor os seus investimentos.
Lueny Santos

O que considerar na hora de poupar

Reserva financeira: A principal característica é ter liquidez (resgatar o dinheiro a qualquer momento) e ser conservador.

Viagem, troca de carro, festa de 15 anos da filha: O prazo deve estar muito claro, e o investimento deve respeitar esse prazo.

Continua após a publicidade

Aposentadoria e outros projetos de longo prazo: Vale buscar investimentos para a diversificação da carteira.

Valor que você irá investir: Em alguns fundos de investimento, por exemplo, é preciso ter uma movimentação mensal de R$ 5.000; em outros investimentos, o valor mínimo de aporte é de R$ 100 e de outros valores.

Se você tem claro que é o seu projeto, quanto ele custa, qual o prazo para realizá-lo, essas características vão te ajudar a definir os seus investimentos. E você começa a adequar os seus valores mensais pensando no seu orçamento.
Lueny Santos

Como montar o orçamento para começar a investir?

Não tenha um número; tenha um projeto. "R$ 1 milhão é número. É número igual a R$ 50 mil, igual R$ 10 milhões, igual R$ 1. É só um número. Agora, o que tem por trás desse número? Juntar por juntar é vazio. Por isso, é tão importante ter clareza do que você está construindo", declara.

Reflita sobre as estratégias para alcançar os objetivos. "O que você tem que fazer para chegar lá? Considere o fator tempo em seus projetos, mas mexa nesse prazo, caso seja necessário", diz ela.

Continua após a publicidade

Pensando em um planejamento ideal, não espere sobrar dinheiro na sua conta. Tente se obrigar a ter dinheiro para guardar para o seu projeto.
Lueny Santos

Como fazer? Você recebe o salário e já separa o valor para o seu projeto. Depois, pague as despesas fixas (aluguel, condomínio, água, luz, etc.), e o que sobrar vai para as suas despesas variáveis (supermercado, combustível, lazer, etc.). "A parte mais importante de montar um orçamento é definir para onde vai o dinheiro", afirma.

O ponto mais importante para quem não guarda dinheiro é mudar esse hábito. "Para quem quer começar a investir, precisa fazer essa mudança [de ter o hábito de guardar dinheiro]", diz.

O próximo passo é entender melhor os investimentos. Entender quais são os produtos que existem no mercado financeiro, quais as suas características, quais têm mais riscos e volatilidade, qual a liquidez de cada investimento, etc.

Investimentos a longo prazo devem considerar a inflação

Nos projetos de longo prazo (como a aposentadoria), é preciso considerar a inflação. A inflação é o aumento dos preços ao longo dos anos.

Continua após a publicidade

A média da inflação dos últimos 20 anos foi de 6,5905%. "Sabe o que isso significa? Significa que, se repetir essa média, R$ 1 milhão daqui a 30 anos vai ser igual ao valor de R$ 147.402,94 nos dias de hoje", diz Lueny.

Por isso, você precisa olhar para os seus investimentos de forma estratégica. "Não é simplesmente investir. É entender sobre juros reais, sobre ganhar acima da inflação", diz. Segundo Leny, a rentabilidade real de referência é de 4% acima da inflação.

A gente precisa encontrar o equilíbrio entre viver o hoje e se planejar para o futuro. E esse futuro vai depender do seu padrão de vida.
Lueny Santos

Você tem uma parte de responsabilidade no acúmulo de patrimônio. "Quer ter R$ 1 milhão, mas esse R$ 1 milhão vai cair do céu? Não. Você não vai colocar um dinheiro ali, e ele vai virar R$ 1 milhão do dia para a noite. Você precisa ter a responsabilidade de colocar dinheiro ali todo mês. Criar o hábito de guardar dinheiro é o ponto mais importante. É isso que vai sustentar o seu projeto ao longo do tempo", declara.

O período em que você vai acumular dinheiro precisa ser realista. Não adianta você desenhar um plano que não seja realista, que não faça sentido para você, porque isso não vai te motivar.
Lueny Santos

Aulão "Quer ser milionário? Veja como investir e o que não te contam"

Ter R$ 1 milhão na conta é o sonho de muita gente. O que não te contam é que esse é um caminho que exige disciplina nos aportes e consistência nos seus investimentos. Também pode não ser para todo mundo, já que o valor a ser acumulado depende do seu padrão de vida - o importante mesmo é investir de acordo com os seus objetivos para conseguir realizar seus sonhos.

Continua após a publicidade

Para quem quer juntar dinheiro pensando no futuro, UOL tem um especial chamado "Quer ser milionário? Veja como investir e o que não te contam".

É uma série de três aulas ao vivo que começa no dia 27 de julho. Falaremos sobre como investir para conquistar seus sonhos, que erros devem ser evitados e como montar uma carteira de investimentos ideal para o seu perfil.

Assista ao aulão no Papo com Especialista, programa ao vivo do UOL, todas as quintas-feiras, das 16h às 16h40. Assinantes do UOL podem reassistir às aulas quantas vezes quiserem. Assine aqui e participe!

A última série do Papo com Especialista foi sobre como sair da poupança com segurança e ver seu dinheiro rendendo mais. Para saber mais, acesse "Como sair da poupança: Especial mostra passo a passo para investir melhor".

Quer investir melhor? Receba dicas no seu email

Você quer aprender a ganhar dinheiro com segurança em investimentos no curto, médio e longo prazo, mesmo que nunca tenha investido?

Continua após a publicidade

O UOL tem uma newsletter diária gratuita que o ajuda nesse objetivo. Assine o Por Dentro da Bolsa aqui. Você recebe todos os dias, antes da abertura da Bolsa, uma análise do mercado feita pela equipe do PagBank Investimentos para aprender a investir melhor.

Você também recebe, semanalmente, uma análise sobre investimentos, com dicas sobre como aplicar melhor o seu dinheiro. Para assinar a newsletter gratuita de investimentos do UOL, é só clicar aqui. UOL Investimentos ainda tem diversos conteúdos diários que te ajudam a lidar melhor com seu dinheiro.

Tem dúvidas sobre ações, fundos e outros investimentos da Bolsa? Envie sua pergunta para uoleconomiafinancas@uol.com.br.

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Este material não é um relatório de análise, recomendação de investimento ou oferta de valor mobiliário. Este conteúdo é de responsabilidade do corpo jornalístico do UOL Economia, que possui liberdade editorial. Quaisquer opiniões de especialistas credenciados eventualmente utilizadas como amparo à matéria refletem exclusivamente as opiniões pessoais desses especialistas e foram elaboradas de forma independente do Universo Online S.A.. Este material tem objetivo informativo e não tem a finalidade de assegurar a existência de garantia de resultados futuros ou a isenção de riscos. Os produtos de investimentos mencionados podem não ser adequados para todos os perfis de investidores, sendo importante o preenchimento do questionário de suitability para identificação de produtos adequados ao seu perfil, bem como a consulta de especialistas de confiança antes de qualquer investimento. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura e não está isenta de tributação. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, a depender de condições de mercado, podendo resultar em perdas. O Universo Online S.A. se exime de toda e qualquer responsabilidade por eventuais prejuízos que venham a decorrer da utilização deste material.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes