Bolsas

Câmbio

7 erros comuns que podem invisibilizar sua empresa

Comunicar é essencial para qualquer negócio. Não adianta possuir a melhor empresa do mundo se ninguém a conhecer.

Entretanto, ao criar uma startup, nem todos os empreendedores conseguem investir de imediato em uma comunicação profissionalizada. E é nessa fase que acaba-se cometendo erros que podem destruir toda a visibilidade de um empreendimento promissor.

Para não acabar caindo no limbo do anonimato, confira alguns erros comuns listados pela especialista Carol Morandini, coordenadora de comunicação do programa Startup Brasil – que falou nesta quinta-feira na Campus Party Brasil.

1. Apego

De acordo com a especialista, muitos empreendedores acabam negando a ajuda de profissionais na construção de uma identidade visual por "gostarem de um desenho", e isso pode acabar com a imagem da companhia.

"As duas primeiras coisas pensadas, em termos de comunicação, são o nome e o logo. Crie de uma maneira que as pessoas entendam suas atividades, e se puder ter ajuda de um profissional, deixe que ele aplique o que estudou para ajudar na sua comunicação", comenta.

2. Pressa em divulgar

"Legal, você conseguiu que sua startup aparecesse em sites de notícias. Aí o cliente vai, entra no site e se depara com 'em construção'. O número de pessoas que você perde é imenso". Construa primeiro o site, depois vá atrás de divulgação e reconhecimento.

3. Site pouco informativo

Uma vez construído o site, ele deve conter todas as informações de que a pessoa precisa para entender a empresa. "É preciso explicar quem você é, o que você faz, qual o seu cliente e como entrar em contato", explica Carol, que dá a dica: "pode usar formulários, mas disponibilize outras maneiras de contato. Quase ninguém tem paciência de preencher formulários".

4. Redes sociais: quantidade não é qualidade

Redes sociais são apenas uma vitrine, para posts rápidos e interação. Elas só devem ser criadas depois de o site estar no ar.

Dito isto, Carol avisa: nem sempre é bom possuir conta em todas as redes sociais disponíveis, porque isso gera mão de obra. "Em um site, o conteúdo fica lá. As redes demandam interação e tempo, e muitas vezes você precisará lidar com críticas, que deverão ser respondidas".

Selecione a que mais combina com o seu negócio. "No Brasil, o Facebook é mais popular", diz Carol, "mas se o seu foco for internacional pode ser interessante focar no Twitter".

5. Textos sem revisão

"Comunicação não é o que você disse, é o que as pessoas entenderam", explica Carol. Ao desenvolver o conteúdo relacionado à sua empresa, tenha em mente que a clareza é essencial. "Ninguém é obrigado a saber escrever, mas procure ajuda de amigos, peça para outras pessoas lerem e dizerem se compreendem o que você quis dizer".

6. Falta de hierarquização

Em qualquer que seja a plataforma, as informações mais relevantes devem ser as de mais destaque. Não adianta contar histórias. "O número ideal de cliques para os usuários é 2. Ninguém quer fazer um caminho de 3 a 6 cliques para chegar onde deseja", explica. Aí entram também as técnicas de SEO para pesquisas em mecanismos de busca, que nunca devem ser deixadas de lado.

7. Linguagem internalizada

Nem todas as pessoas são empreendedoras. "Você entende esse universo cool das startups, mas se seu cliente for uma grande empresa, por exemplo, saiba se portar".

Carol comenta sobre vestimenta, que deve ser adequada ao ambiente em que o empreendedor for apresentar o trabalho, linguagem e o engajamento dos funcionários: o discurso, diz ela, deve ser alinhado e demonstrar paixão; sem perder as características próprias da companhia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos