PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

Pode pedir 'volta, Lula', 'intervenção já', mas não fechar vias, diz Marun

Do UOL, em São Paulo

29/05/2018 13h25

O ministro Carlos Marun (Secretaria de Governo) disse em entrevista coletiva nesta terça-feira (29), que a democracia garante a todos o direito de se manifestar, seja a favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ou pela intervenção militar, mas os caminhoneiros em greve não podem bloquear estradas.

"Pode existir um movimento 'Volta, Lula', 'Fora, Temer', 'Intervenção Já?' Pode. A democracia protege até quem é contra a democracia. O que não pode é trancar estrada, isso é crime."

Leia também:

Ele fez a declaração ao comentar sobre a existência de infiltrados no movimento dos caminhoneiros. "O que sei é que existem forças indevidas e oportunistas que estão fazendo, em muitos casos, os caminhoneiros de refém. Por que não foram presos? Tem de nos chegar a queixa."

Ele afirmou que não foi o governo que disse haver infiltrados, "Não somos nós que estamos dizendo. Surge o presidente de uma das mais importantes associações de caminhoneiros do Brasil [Abcam - Associação Brasileira dos Caminhoneiros, José da Fonseca Lopes], e ele diz que o caminhoneiro está satisfeito e que infiltrados estão no movimento. É óbvio que a partir disso se busquem [esses infiltrados].

O ministro disse que "quem está dentro da lei, tem de ser protegido, quem age fora, tem de sofrer os rigores da lei."

Sobre a possibilidade de haver locaute (greve insuflada por patrões), ele voltou a dizer que a Polícia Federal está investigando.

Temer cede a caminhoneiros e reduz preço do diesel por 60 dias

UOL Notícias