PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Cotações

Dólar cai, vendido perto de R$ 5,47; Bolsa opera em alta de quase 4%

Do UOL, em São Paulo

25/05/2020 09h26Atualizada em 25/05/2020 15h35

O dólar comercial caía e a Bolsa operava em forte alta nesta segunda-feira (25), com expectativas positivas em relação ao cenário político interno e otimismo no exterior. Por volta de 15h30, a moeda norte-americana recuava 1,86%, a R$ 5,470 na venda, enquanto o Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, avançava 3,97%, a 85.435,29 pontos.

Sexta-feira (22) o dólar comercial caiu 0,15% e fechou vendido a R$ 5,574. O Ibovespa fechou em queda de 1,03%, a 82.173,21 pontos.

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para quem vai viajar e precisa comprar moeda em corretoras de câmbio, o valor é bem mais alto.

Vídeo de reunião ministerial não abalou o mercado

Investidores colocavam nos preços expectativa de redução do ruído político após analisarem vídeo de reunião ministerial, cuja divulgação foi autorizada pelo ministro do STF Celso de Mello na sexta passada.

A percepção é que o vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril, divulgado no âmbito de investigação sobre suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal, não trouxe nada de novo.

"Havia expectativa de o vídeo trazer um cenário pior no que diz respeito às investigações sobre a interferência de Bolsonaro, o que não se confirmou", citou o gestor Marco Tulli, da Necton Investimentos. "Ao mesmo tempo, há um viés positivo no exterior hoje, mesmo com feriado nos EUA."

Otimismo no exterior

Os negócio eram amparados ainda pelo otimismo no exterior, depois de dados de confiança empresarial na Alemanha terem vindo melhores que o esperado, reforçando esperança de que a economia mundial possa vislumbrar alguma recuperação depois do tombo recente causado por medidas restritivas à disseminação do coronavírus.

A Guide Investimentos ressaltou que investidores avaliam mais evidências de que o número de casos do Covid-19 está passando por uma estabilização nas economias desenvolvidas, bem como reabertura gradual dos negócios em diversos países.

O aumento nas tensões entre China e Estados Unidos, porém, se consolida como uma das principais ameaças à recuperação dos mercados, avaliou a equipe da corretora em nota a clientes mais cedo nesta segunda-feira.

Atuação do BC no câmbio

O Banco Central vendeu nesta segunda-feira todos os 2 bilhões de dólares ofertados em leilão de rolagem de linhas de dólares com compromisso de recompra e colocou também o lote integral de 12 mil contratos de swap cambial tradicional, também para rolagem.

* Com informações da Reuters

Cotações