PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

BC vê política ambiental fundamental para atrair investidores ao Brasil

Roberto Campos Neto acredita que Brasil tem pontos positivos da política ambiental a apresentar para investidores internacionais - Dida Sampaio/Estadão Conteúdo
Roberto Campos Neto acredita que Brasil tem pontos positivos da política ambiental a apresentar para investidores internacionais Imagem: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

17/11/2020 13h27Atualizada em 17/11/2020 15h52

O presidente do BC (Banco Central), Roberto Campos Neto, disse hoje que considera a maneira como o Brasil se posicionará em relação à política ambiental como parte fundamental para atrair investidores e acelerar a recuperação econômica após os efeitos provocados pela pandemia do novo coronavírus.

Em entrevista à GloboNews, Campos Neto defendeu que o Brasil apresente pontos positivos de sua política sobre o tema, em meio à pressão internacional por ações do Governo Federal, principalmente contra o desmatamento na Amazônia.

"A política ambiental é muito importante, acho que tem um ponto de esclarecimento que é muito relevante, que é melhorar a narrativa e focar nos pontos positivos, e o Brasil tem muitos", disse Campos Neto.

De acordo com o presidente do Banco Central, um fator comum esperado depois do tombo provocado pela pandemia é que as economias se recuperem de forma sustentável e inclusiva.

"Na agenda do BC que nos cabe, nós críamos uma dimensão específica de sustentabilidade, entendendo que é um fator muito comum em todos os países em relação ao que se espera dessa recuperação, que ela seja inclusiva e sustentável. Esse tema é fundamental para o Brasil, o Banco Central tem uma agenda grande e vai ser muito importante para atrair investidores", disse.

"Os investidores estão esperando, na verdade, a vontade e o desejo das pessoas que investem nos fundos. Na verdade, é um um espelho que a sociedade demanda hoje, e isso está muito claro em todas as reações de todos os países em relação ao enfrentamento (da pandemia). Acho que vamos conseguir encontrar uma solução e atrair os investidores", disse.

Campos Neto ainda destacou medidas que estão sendo tomadas pelo Banco Central para melhorar a percepção em relação à política ambiental.

"Tem uma carta que foi recebida pelos investidores estrangeiros, ajudei a organizar uma videoconferência, há duas semanas mostrei a agenda do Banco Central que nos coloca na fronteira desta parte ambiental, inclusive direcionando recursos para projetos sustentáveis", citou.

A política ambiental do Brasil tem sido alvo de pressão internacional, com a cobrança de medidas de combate ao desmatamento principalmente na Amazônia. Até setembro de 2020, o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) registrou 76.030 pontos de fogo região. É mais do que em quase todos anos anteriores.

Em seu discurso na Cúpula de Líderes do Brics, Bolsonaro disse que o Brasil está comprometido com programas para diminuir a emissão de carbono. Ele ainda disse que pretende divulgar lista com nomes de países que importam madeira ilegal.