PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Gasolina da Petrobras fica mais barata nas refinarias a partir de hoje

Fachada da sede da Petrobras - Adriano Ishibashi/Framephoto/Estadão Conteúdo
Fachada da sede da Petrobras Imagem: Adriano Ishibashi/Framephoto/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

20/07/2022 07h34Atualizada em 20/07/2022 11h59

O preço de venda da gasolina da Petrobras para distribuidores fica mais barato a partir de hoje. Segundo comunicado divulgado ontem pela estatal, a redução será de R$ 0,20 por litro (de R$ 4,06 para R$ 3,86).

A Petrobras diz que a sua parcela no preço ao consumidor passará de R$ 2,96, em média, para R$ 2,81 a cada litro vendido na bomba, mas distribuidoras e postos são livres para definir preços e a redução não precisa necessariamente chegar às bombas ou na mesma proporção anunciada.

"Essa redução acompanha a evolução dos preços internacionais de referência, que se estabilizaram em patamar inferior para a gasolina, e é coerente com a prática de preços da Petrobras, que busca o equilíbrio dos seus preços com o mercado global, mas sem o repasse para os preços internos da volatilidade conjuntural das cotações internacionais e da taxa de câmbio", explicou a estatal em nota.

Primeira queda de preço desde dezembro

Essa foi a primeira vez que a Petrobras reduziu o preço da gasolina desde dezembro do ano passado, quando a queda foi de 3%, e é o primeiro reajuste sob a gestão de Caio Paes de Andrade, que assumiu a presidência da estatal no final do mês passado.

Após o comunicado da Petrobras, o presidente Jair Bolsonaro (PL) foi às redes sociais comentar a redução e voltou a dizer que o Brasil terá a "gasolina mais barata do mundo". Ele fez a mesma afirmação no início do mês durante motociata em Salvador, na Bahia.

Gasolina tem o menor valor desde setembro, diz ANP

Segundo da ANP (Associação Nacional de Petróleo), os preços dos combustíveis estão em queda nas últimas semanas, e de acordo com o último levantamento da agência, o preço médio do litro da gasolina caiu de R$ 6,49 para R$ 6,07, uma redução de 6,5%, sendo o menor valor desde 11 de setembro de 2021.

A redução no valor do diesel, entretanto, foi menor, de acordo com a agência. O preço médio do litro do combustível caiu de R$ 7,52 para R$ 7,48, recuo de 0,5%. O etanol, por sua vez, passou de R$ 4,52 para R$ 4,41, o que significa redução de 2,4%.

Desde o começo deste mês, estados estão reduzindo a alíquota do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre os combustíveis após ser aprovada a lei que limita a porcentagem do imposto sobre esses produtos e serviços, que passaram a ser considerados essenciais.

O movimento foi uma tentativa do governo de frear a escalada de preços no Brasil, principalmente a dos combustíveis. No início deste mês, integrantes do Centrão chegaram a avaliar que Bolsonaro pode perder as eleições se o governo não conseguir baixar os preços dos combustíveis e passaram a fazer pressão para que alguma medida fosse tomada.