IPCA
0,83 Abr.2024
Topo

Sindicalistas jogam sal grosso na Economia: 'Tirar o espírito do Bolsonaro'

Representantes dos servidores públicos jogaram sal grosso no Ministério da Economia - Reprodução/Twitter
Representantes dos servidores públicos jogaram sal grosso no Ministério da Economia Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

02/01/2023 18h58Atualizada em 02/01/2023 18h58

Representantes dos servidores públicos se deslocaram ao Ministério da Economia, em Brasília, para protocolar um documento com pautas para o grupo em 2023 e aproveitaram a oportunidade para jogar sal grosso na porta do prédio.

Vídeos que circulam pelas redes sociais mostram as pessoas jogando vários sacos de sal grosso no chão e esfregando a superfície na manhã desta segunda-feira. O sal grosso é conhecido na cultura popular pelo seu suposto poder de espantar a inveja e o mau-olhado.

"Para tirar o espírito do Bolsonaro daqui, pessoal. Uhul. Está na hora do Jair, já ir embora, arruma suas malas, dá no pé e vá-se embora. Já foi."
Frases dos sindicalistas

Fotos divulgadas na internet mostram os representantes dos servidores com bandeiras das seguintes entidades:

  • Fenasps (Federação Nacional de Sindicatos de trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social);
  • Fonasefe (Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais);
  • ANDES-SN (Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior);
  • Sinasefe (Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica).

Segundo uma postagem feita no Facebook da Fonasefe, as pautas no documento que seria entregue solicitavam o reajuste emergencial do salário de servidores no mesmo índice da inflação acumulada nos últimos quatro anos e pedia a abertura da negociação sobre os benefícios que recaem sobre o salário da categoria.