IPCA
0,83 Abr.2024
Topo

Deputado propõe corrigir Bolsa Família pela inflação e pelo PIB

Objetivo do projeto, segundo Chico Alencar, é estabelecer uma política de valorização do Bolsa Família - Pablo Valadares/Câmara dos Deputados
Objetivo do projeto, segundo Chico Alencar, é estabelecer uma política de valorização do Bolsa Família Imagem: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Do UOL, em São Paulo

18/02/2023 13h45Atualizada em 18/02/2023 14h09

O deputado federal Chico Alencar (PSOL-RJ) apresentou projeto de lei que sugere corrigir o Bolsa Família com as mesmas regras de reajuste do salário mínimo. Ou seja, o benefício será elevado de acordo com a variação da inflação e o crescimento da economia.

A ideia é corrigir o valor do Bolsa Família pelo INPC (elaborado pelo IBGE) ou pelo IPC-1 (FGV), o que for maior. O índice considerado no cálculo seria o acumulado nos 12 meses anteriores ao reajuste.

O aumento ainda levaria em conta a taxa de crescimento do PIB, calculado pelo IBGE, do ano imediatamente anterior.

Aumento real

O objetivo, segundo a proposta, é ampliar o poder de compra do Bolsa Família. Isso seria alcançado incluindo a variação do PIB no reajuste, fazendo com que o benefício social tenha aumento acima da inflação.

Consideramos indispensável que haja uma política de valorização real do principal programa de transferência de renda do Brasil.
Trecho do projeto de lei