PUBLICIDADE
IPCA
0,21 Jan.2020
Topo

Todos a Bordo


Nova linha aérea terá voo para Morro de São Paulo e Chapada Diamantina (BA)

Abaeté poderá operar voos regulares com até 19 passageiros  - Divulgação
Abaeté poderá operar voos regulares com até 19 passageiros Imagem: Divulgação

Alexandre Saconi

Colaboração para o UOL, em São Paulo

24/01/2020 16h54

Resumo da notícia

  • Abaeté recebeu autorização da Anac para voos com até 19 passageiros
  • Operação deve começar em até três meses, com oito aviões
  • Foco será ligar Salvador a outros destinos turísticos na Bahia
  • Empresa também quer conectar capital baiana a cidades como Jequié e Bom Jesus da Lapa

A Abaeté, empresa de táxi aéreo com sede em Salvador (BA), recebeu nesta semana autorização da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) para operar voos regulares. A nova linha aérea, Abaeté Brazilian Airlines, vai operar junto à divisão de aviação executiva da empresa.

A previsão é que os voos comecem em até três meses, mas as vendas de bilhetes devem ser liberadas antes desse prazo. A companhia possui dezessete aviões e pretende utilizar oito na operação das linhas aéreas, segundo o sócio-diretor Tiago Tosto.

A companhia foi beneficiada por uma recente mudança na legislação, favorecendo empresas que queiram oferecer serviço de transporte aéreo de forma complementar, com aviões que transportem até 19 passageiros.

Destinos turísticos da Bahia

As novas rotas ainda não foram confirmadas, mas a empresa diz que pretende operar em destinos turísticos na Bahia, como Morro de São Paulo, Boipeba e Mucugê, na Chapada Diamantina. Para Tosto, a empresa poderá servir como conexão para quem chega a Salvador e quer conhecer esses locais, principalmente turistas estrangeiros e das regiões Sul e Sudeste do Brasil.

"Para o Morro de São Paulo, por exemplo, o turista leva de quatro a cinco horas com um transporte intermodal [carro e barco]. De avião, partindo do aeroporto de Salvador, são cerca de 20 minutos de voo", disse.

A empresa também quer conectar cidades que não são turísticas à capital baiana. Nessa modalidade, os voos devem partir de Salvador para Jequié, Irecê, Bom Jesus da Lapa e Guanambi.

A Abaeté disse estar conversando com outras companhias aéreas para a venda de passagem em conjunto. Quem quiser ir para Mucugê, por exemplo, poderia comprar sua passagem partindo de qualquer lugar do país com destino a Salvador, fazendo esse trecho em uma companhia aérea maior. Na sequência, já embarcaria em um voo da Abaeté, afirmou Tosto.

Empresa já operou linhas de 1996 a 2012

A Abaeté foi fundada em 1979 e já operou linhas aéreas entre 1996 e 2012.

Até 2002, a operação da companhia foi subsidiada pelo governo federal por meio do programa de fomento à aviação regional Sitar (Sistema Integrado de Transporte Aéreo Regional).

Após a extinção do Sitar, a empresa manteve operação regular de rotas até 2012, quando deixou essa atividade e passou a se dedicar exclusivamente ao táxi aéreo.

Entre os trechos operados antigamente estavam rotas que ligavam Salvador a Teixeira de Freitas, Bom Jesus da Lapa, Guanambi, Jequié, Barreiras (todas na Bahia) e a Brasília (DF).

Hoje a empresa possui os aviões Hawker 400 (duas unidades), Xingu E-121 (três unidades) e Carajá E-181 (quatro unidades), dedicados à aviação executiva, e os modelos, Bandeirante E-110 (três unidades) e Caravan C-208 (cinco unidades), que deverão operar as novas rotas da empresa.

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas.

Veja como sa?o os pousos em alguns dos aeroportos mais assustadores

UOL Notícias

Todos a Bordo