PUBLICIDADE
IPCA
0,21 Jan.2020
Topo

Todos a Bordo


Ultra low cost chega a SP com desconto de 30% em voos para Buenos Aires

Divulgação
Imagem: Divulgação

Vinícius Casagrande

Colaboração para o UOL, em São Paulo

24/01/2020 12h30

Resumo da notícia

  • Flybondi estreia nesta sexta-feira (24) nova rota entre São Paulo e Buenos Aires
  • Até domingo, voos da rota terão 30% de desconto com o código promocional "paulistas"
  • Empresa aposta em política agressiva de preços para conquistar mercado em São Paulo
  • Ela cobra por todos os serviços adicionais, até pelo check-in feito no aeroporto

A companhia aérea ultra low cost argentina Flybondi estreia hoje sua nova rota entre o aeroporto de Guarulhos (SP) e Buenos Aires (Argentina). Para comemorar o início da nova rota, a empresa oferece desconto de 30% em todas as passagens da rota. A promoção vale até o final do domingo (26).

Para obter o desconto, o passageiro deverá inserir o código promocional "paulistas" durante o processo de compra. O desconto é só na passagem e não inclui as taxas de embarque. A empresa diz que o número de passagens com desconto é ilimitado. "Será para todos os bilhetes vendidos", afirmou o diretor comercial da Flybondi, Mauricio Sana Saldaña,

São Paulo é o terceiro destino brasileiro da empresa, que já voa para Rio de Janeiro e Florianópolis. A partir de março, a Flybondi também terá voos para Porto Alegre.

Com desconto, ida e volta por R$ 604

Em simulações feitas pelo UOL nesta sexta-feira (24), uma viagem de ida e volta de São Paulo a Buenos Aires de 7 a 10 de fevereiro custa R$ 745,10 na Flybondi, sendo R$ 470 da passagem e R$ 275,11 de taxas. Com o desconto de 30%, o valor do bilhete de ida e volta cai para R$ 604,10.

Em outras companhias aéreas, o mesmo trecho, nas mesmas datas, chega a custar mais que o dobro.

  • Flybondi: R$ 604,10 (com o desconto promocional)
  • Ethiopian Airlines: R$ 1.117
  • Gol: R$ 1.325,91
  • Latam: R$ 1.367,55
  • Aerolíneas Argentinas: R$ 1.405,05

A diferença também é grande para viagens em julho, com ida no dia 10 e volta no dia 13. O preço da Flybondi é de R$ 1.088,10, sendo R$ 813 da passagem e R$ 275,10 de taxas. Com o desconto, o valor final fica em R$ 844,20. Nas demais companhias aéreas que fazem a rota, o valor é bem mais alto.

  • Flybondi: R$ 844,20 (com o desconto promocional)
  • Latam: R$ 1.435,27
  • Gol: R$ 1.622,78
  • Aerolíneas Argentinas: R$ 2.031,04
  • Ethiopian Airlines: R$ 3.385

Aérea quer conquistar mercado em São Paulo

A ultra low cost quer conquistar o mercado em São Paulo com uma política agressiva de preço. Na semana passada, por exemplo, a companhia aérea fez uma promoção de passagens a R$ 49 por trecho, mais taxas de embarque. Saldaña disse que os bilhetes para os primeiros cinco voos da empresa entre São Paulo e Buenos Aires se esgotaram em 12 horas.

Com voos às segundas, terças e sextas-feiras, a Flybondi tem foco em passageiros corporativos que viajam durante a semana e em turistas que planejam passar um final de semana em Buenos Aires. Por isso, é provável que haja mais promoções nos voos saindo de São Paulo do que nos que decolam da capital argentina, de acordo com o próprio diretor da empresa.

No Rio, 85% dos passageiros são argentinos

Saldaña afirmou que, nos três primeiros meses de operação no Brasil, a empresa transportou mais de 22,5 mil passageiros. Os voos tiveram mais de 95% de pontualidade.

Os argentinos são a maioria dos passageiros nessas rotas. Nos voos do Rio de Janeiro, correspondem a 85% dos viajantes.

Com a chegada a São Paulo, a empresa esperar equilibrar a balança. O objetivo é que metade dos passageiros seja brasileira nos voos entre São Paulo e Buenos Aires.

"Inauguramos nossas operações no Brasil com voos para o Rio de Janeiro e Florianópolis porque são mercados mais atrativos para os argentinos. Com essas operações, mostramos para os brasileiros o que é a Flybondi e conquistamos confiança, o que permitiu começar os voos para São Paulo e Porto Alegre", afirmou Saldaña.

Como é voar com a Flybondi?

Operando sob o conceito de ultra low cost, a empresa cobra por todos os serviços adicionais que vão além do transporte aéreo. Isso inclui desde bagagem e serviço de bordo até uma taxa extra para o passageiro que deixar para fazer o check-in no balcão do aeroporto (o check-in pela internet não tem custo).

Em Buenos Aires, a Flybondi opera em um aeroporto alternativo. O El Palomar era uma antiga base aérea militar, que passou a receber voos comerciais com a chegada das low cost ao país. O aeroporto é pequeno e não tem praticamente nenhum serviço aos passageiros. Para a alimentação, há apenas um food truck do lado de fora do aeroporto e um quiosque de salgados na sala de embarque.

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas.

Veja como sa?o os pousos em alguns dos aeroportos mais assustadores

UOL Notícias

Todos a Bordo