PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Todos a Bordo

Quais são os jatos executivos feitos pela Embraer e quanto custam?

Jato executivo Embraer Lineage 1000 - Divulgação
Jato executivo Embraer Lineage 1000 Imagem: Divulgação

Vinícius Casagrande

Colaboração para o UOL, em São Paulo

10/01/2021 04h00

A brasileira Embraer é uma das principais fabricantes de jatos executivos em todo o mundo. Atualmente, a empresa fabrica oito jatos diferentes, com preços de US$ 4,5 milhões (Phenom 100) até US$ 55 milhões (Lineage 1000E).

O jato executivo de maior sucesso da Embraer é o Phenom 300, que já teve mais de 500 unidades produzidas desde dezembro de 2009. Os mais novos são os irmãos Praetor 500 e Praetor 600. Eles foram lançados no final de 2018 como versões aprimoradas dos Legacy 450 e Legacy 500.

A divisão de aviação executiva da Embraer foi criada em 2005. A empresa já produziu mais de 1.300 jatos executivos, que atualmente voam em mais de 70 países. Conheça os modelos produzidos pela fabricante brasileira de aviões e veja seus preços.

Phenom 100

  • US$ 4,5 milhões
Phenom 100 - Divulgação - Divulgação
Embraer Phenom 100
Imagem: Divulgação

O Phenom 100 é o menor jato executivo produzido pela Embraer. O modelo realizou seu primeiro voo em 2007. Com capacidade entre quatro e sete passageiros, o jatinho é voltado para voos de curta e média distância, com alcance máximo de 2.182 quilômetros. Decolando de São Paulo, o jato é capaz de fazer voos diretos para Recife (PE) ou Buenos Aires (Argentina).

Phenom 300

  • US$ 9,6 milhões
Phenom 300 - Divulgação - Divulgação
Interior do Phenom 300
Imagem: Divulgação

O Phenom 300 é o jato executivo de maior sucesso da Embraer, tendo sido o mais vendido do mundo por vários anos consecutivos. O jato da Embraer pode levar de seis a dez passageiros, com autonomia de voo de 3.650 quilômetros, o que permite voar de Brasília a Buenos Aires sem escalas. O avião pode atingir até 839 km/h e chegar a uma altitude de 45 mil pés (13.716 metros), com a cabine pressurizada a 6.000 pés (2.000 metros).

Legacy 450

  • US$ 17 milhões
Legacy 450 - Divulgação - Divulgação
Embraer Legacy 450
Imagem: Divulgação

O Legacy 450 é um jato executivo de categoria média com uma cabine de passageiros de 1,83 metro de altura e de piso plano, com capacidade entre sete e nove passageiros. As quatro poltronas da frente da cabine são totalmente reclináveis e podem ser convertidas em dois leitos para repouso completo. O Legacy 450 é capaz de voar 5.370 quilômetros, o que permite voos sem escalas de São Francisco a Honolulu, São Paulo a Bogotá, e Moscou a Mumbai.

Praetor 500

  • US$ 18,5 milhões
Praetor 500 - Divulgação - Divulgação
Interior do Embraer Praetor 500
Imagem: Divulgação

O jato Praetor 500 é uma versão modificada do Legacy 450. A principal diferença entre eles está no aumento da capacidade de combustível, com a inclusão de novos tanques, mudança nas asas com novas winglets (aletas aerodinâmicas colocadas nas extremidades das asas), atualização do software de controle dos motores e novos interiores. O Praetor 500 tem autonomia de 6.019 quilômetros, contra 5.370 quilômetros do Legacy 450. Decolando de Brasília (DF), o jato pode voar para qualquer cidade da América do Sul sem paradas para reabastecimento.

Legacy 500

  • US$ 20 milhões
Legacy 500 - Divulgação - Divulgação
Legacy 500
Imagem: Divulgação

O Legacy 500 é o primeiro jato executivo da Embraer totalmente equipado com sistema de comandos de voo digital, baseado na tecnologia full fly-by-wire e com manche lateral de controle (sidestick). Com capacidade entre oito e 12 passageiros, o jatinho conta com oito poltronas que podem ser convertidas em quatro leitos para repouso completo dos passageiros. O Legacy 500 é capaz de voar a 45.000 pés (13.716 m) de altitude e tem um alcance de 5.788 quilômetros, o que permite voar de São Paulo a Dakar (Senegal) ou de Londres (Reino Unido) a Dubai (Emirados Árabes Unidos).

Praetor 600

  • US$ 22,5 milhões
Praetor 600 - Divulgação - Divulgação
Interior do Praetor 600
Imagem: Divulgação

Versão modificada do Legacy 500 para ter mais capacidade de combustível, o Preator 600 tem autonomia de voo de 7.215 quilômetros, contra 5.787 quilômetros do Legacy 500. Segundo a Embraer, o jato permite voos sem escala entre São Paulo e Cidade do Cabo (África do Sul), de Fortaleza (CE) a Madri (Espanha) ou entre Manaus (AM) e Nova York (EUA).

Legacy 650E

  • US$ 26 milhões
Legacy 650 - Divulgação - Divulgação
Embraer Legacy 650E
Imagem: Divulgação

O Legacy 650E acomoda confortavelmente até 14 passageiros com privacidade em três zonas de cabine distintas com conforto acústico superior. O jato possui conectividade com internet e a última geração em entretenimento em alta definição a bordo, com o sistema de gerenciamento de cabine Ovation Select, da Honeywell. O Legacy 650E tem alcance de 7.223 quilômetros, o que permite voos sem escalas entre São Paulo e Miami (EUA).

Lineage 1000E

  • US$ 55 milhões
Lineage 1000E - Divulgação - Divulgação
Interior do Embraer Lineage 1000
Imagem: Divulgação

O Lineage 1000E é o maior jato executivo da Embraer e pode transportar até 19 passageiros em cinco zonas de cabine. A aeronave possui o sistema de gerenciamento de cabine e entretenimento totalmente digital, controlado por iPad. Um Media Center concentra vários dispositivos de mídia e entradas de vídeo, incluindo consoles de jogos, e oferece vídeo e áudio de alta definição em um sistema de som surround 5.1. O jato tem alcance de 8.519 km quilômetros, o que permite voos sem escala entre São Paulo e Madri (Espanha) ou de Fortaleza (CE) a Oslo (Noruega), Cairo (Egito) ou Istambul (Turquia).