Bolsas

Câmbio

Gigantes como a GE ensinam que comunicação é essencial para atingir sucesso

Reinaldo Polito

Reinaldo Polito

  • Getty Images

Essa semana eu e minha filha Rachel Polito fizemos palestra na Somos Educação, o maior grupo de educação básica do país e que está no topo do ranking dos maiores grupos de educação do mundo. Foi a empresa que comprou a Editora Saraiva e que hoje publica vários dos meus livros. Fomos recebidos pelo presidente da empresa, Eduardo Mufarej, e pela diretora editorial, Flávia Bravin.

O que chamou a atenção logo no início foi a maneira informal como todos tratam o presidente: Edu. Fiquei impressionado também com as instalações. Tudo leve, funcional, arejado, quase futurista. Embora seja uma editora, o que pareceu menos importante na nossa conversa foram os livros. Afinal, segundo ele, o mundo está em completa transformação tecnológica.

O que vale para o presidente da Somos Educação é o conhecimento e a maneira como as informações são transmitidas, de acordo com as características desse novo público. É preciso considerar que as pessoas estão hoje conectadas pela tecnologia, são exigentes, rápidas de raciocínio e nas decisões.

Enfim, uma forma de pensar que já está com o pé no futuro. Mais ou menos como pensa Carlos Júlio, presidente do conselho dos professores honorários do Ibmec. Por sinal, uma filosofia compartilhada por todos que participam desse conselho: As ideias são "já", pois, segundo ele, se alguém pensou em algo é porque "já foi". O que temos de procurar são conceitos que ainda não foram pensados ou concebidos. Ou, no mínimo, que possam ser colocados em prática sob uma ótica diferente.

Esse desafio foi um dos ingredientes que me motivaram a pertencer a esse grupo de professores que pensam em como fazer uma educação para os novos tempos.

Observemos que essa maneira de analisar o mercado e a forma como se desenvolve o processo de gestão já faziam parte das diretrizes de um dos mais importantes gestores mundiais de todos os tempos: Jack Welch. O executivo que tirou a General Eletric do buraco e a fez experimentar um dos mais espetaculares cases de crescimento empresarial.

A GE estava em frangalhos. Jack Welch implantou um processo revolucionário de gestão. De 1981 a 2001 a empresa viveu um período de expansão exemplar. Ele conseguiu aumentar o valor da empresa de pouco mais de uma dezena de bilhões de dólares para centenas de bilhões. Welch só acreditava no que era melhor em termos de recursos humanos e qualidade de produto.

Entre uma de suas decisões logo que chegou à GE foi que o chamassem de Jack, assim como o Edu, da Somos Educação. Dizia que dessa forma os funcionários ficariam mais confortáveis e próximos a ele. Acreditava que, ao se sentirem mais à vontade, poderiam produzir mais e melhor.

Embora permitisse essa liberdade, aqueles que não atingiam as metas estabelecidas eram substituídos por outros mais engajados. Até hoje sua atuação serve de base para a conduta de gestores das mais importantes organizações em todo o mundo.

Outra comparação que pude fazer entre Jack Welch e Eduardo Mufarej foi a preocupação deles com a importância da comunicação. Edu teve a iniciativa de pôr todos os líderes dos mais diferentes departamentos para assistir à nossa palestra. Ele mesmo deu o exemplo permanecendo na primeira fileira atento o tempo todo.

Fez a nossa apresentação e falou sobre a importância dos gestores em se comunicarem bem. Indicou claramente que, além das competências que todos deveriam ter no exercício das suas atividades, precisariam se preocupar com a boa comunicação. Revelou ainda que sempre se interessou pelo tema, e que foi dele a ideia de nos levar para tratar do assunto.

Jack Welch compartilhava dessa filosofia. Para ele alguns conceitos eram fundamentais para que uma empresa pudesse ser competitiva e eficiente. Entre eles estava a capacidade de se comunicar. Vamos ver quais são alguns dos conceitos mais importantes para a boa atuação de um gestor segundo sua forma de pensar.

O CEO da GE pregava que, para o bom desempenho da empresa, era preciso ter missão definida. Conduzir as tarefas e manter relacionamentos com postura sincera. Descobrir quem eram os melhores e saber como motivar os outros para que procurassem progredir. Identificar os momentos de fazer mudança. Pôr em prática os projetos. Saber falar e ouvir.

Essa constatação é extremamente importante na condução das atividades corporativas. Saber, por exemplo, que as mudanças de hoje podem também se basear em condutas adotadas com êxito no passado. Com algumas adaptações ao tempo em que vivemos, os conceitos são praticamente os mesmos, as atitudes na forma de tratá-los é que fazem a diferença.

Essa deve ser a preocupação, saber como promover adaptações para que os conceitos, independentemente da época em que foram idealizados, sejam apropriados para o momento atual.

Se analisarmos o que ocorre desde os tempos mais longínquos, por mais que a tecnologia esteja presente na nossa vida, a comunicação sempre será uma das competências mais importantes para o sucesso de uma carreira e da atuação empresarial. E quem pensa que Jack Welch é apenas um nome do passado, saiba que continuou a se dedicar ao mundo corporativo, ministrando palestras e orientando CEOS de grandes empresas em todo o planeta.

Não sei se o Edu da Somos Educação se baseia na experiência de Jack Welch para agir como gestor, mas não há dúvida de que pensam de maneira bastante parecida, especialmente na importância que atribuem à comunicação.

Superdicas da semana

  • Pense no que ainda não foi criado e deveria existir.
  • Se o conceito já foi utilizado, observe que adaptações deveriam ser feitas.
  • Qualquer que seja sua atividade, aprimore sempre a comunicação.
  • Até a comunicação se altera. Fale de acordo com as características do público hoje.

Livros de minha autoria que ajudam a refletir sobre esse tema: "29 Minutos para Falar Bem em Público", publicado pela Editora Sextante. "Assim é que se Fala", "Conquistar e Influenciar para se Dar Bem com as Pessoas", "As Melhores Decisões não Seguem a Maioria" e "Como Falar Corretamente e sem Inibições", publicados pela Editora Saraiva. "Oratória para líderes religiosos", publicado pela Editora Planeta. Leia também "Paixão por vencer", de Jack Welch e Suzy Welch, publicado pela Editora Campus.

Para outras dicas de comunicação, entre no meu site.
Escolha um curso adequado às suas necessidades.
Siga no Instagram: @reinaldo_polito

Reinaldo Polito

Autor de 25 livros que venderam mais de 1 milhão de exemplares, dá dicas de expressão verbal para turbinar sua carreira.

UOL Cursos Online

Todos os cursos