Topo

Coluna

Reinaldo Polito


Dicas para jovem turbinar sua carreira: um legado do especialista Ruy Leal

Reprodução
Imagem: Reprodução
Reinaldo Polito

Autor de 31 livros que venderam mais de 1 milhão de exemplares, dá dicas de expressão verbal para turbinar sua carreira.

04/06/2019 04h00

Não sou jovem o suficiente para saber tudo
Oscar Wilde

Há 16 anos Ruy Leal apareceu na minha escola com um rascunho debaixo do braço. Ali estava o sonho de sua vida, montar uma ONG que pudesse capacitar os jovens, inseri-los no mercado de trabalho e ajudá-los no desenvolvimento da carreira. Começaria tudo do zero, contando apenas com idealismo e capacidade empreendedora.

Como era muito querido, em pouco tempo já tinha à sua volta um numeroso grupo de empresários e profissionais de elevado nível, todos dispostos a acompanhá-lo voluntariamente nesse desafio. Para explicar sua capacidade de liderança, vou me valer de um texto daquele que foi um de seus melhores amigos, Paulo Gaudencio: "O líder compromete os outros com seu sonho, de tal forma que, depois de algum tempo, as pessoas estarão atrás do sonho, não mais do líder".

A realização de um sonho

Só para dar ideia de como esse sonho foi realizado, basta dizer que no começo deste ano o Instituto Via de Acesso, a ONG montada por ele, já havia inserido mais de 500 mil jovens no mercado de trabalho. Além disso, entre seminários e fóruns de carreira, orientou cerca de 100 mil estudantes e recém-formados para serem bem-sucedidos na vida profissional.

Seus livros, todos sobre empregabilidade de jovens, foram publicados no Brasil e no exterior. Com frequência, era convidado para ministrar palestras em empresas e universidades para falar sobre a sua paixão: o mercado de trabalho para os jovens. Nunca reclamou, nunca recusou um convite. Fazia dessa atividade sua razão de viver.

Aos 68 anos de idade, com energia plena para o trabalho e mais três livros sendo produzidos, de maneira inesperada e muito surpreendente seu coração tão bondoso deixou de bater. Ruy Leal nos deixou na última quinta-feira (30). Uma grande tristeza se abateu sobre todos aqueles que conviviam com ele, ou pelo menos tenham tido um breve contato.

No dia seguinte, sexta-feira, havia sido programada mais uma palestra sobre diversidade. O penúltimo evento idealizado por ele. Tivemos uma enorme dúvida, cancelar ou não o evento. Concluímos que a realização daquela palestra seria uma homenagem a ele. Nunca vi tanta gente naquele auditório. Todas as cadeiras ocupadas e outro tanto de pessoas em pé, encostadas na parede, ou sentadas no chão.

Eu fiz o que Ruy sempre fazia, abri o evento e apresentei o palestrante. Na verdade, tentei cumprir essa tarefa, mas as lágrimas e a voz sufocada quase me impediram de falar. Os jovens que estavam acostumados a comparecer às palestras idealizadas por ele ficaram muito emocionados quando souberam do seu falecimento.

É comum dizermos que os nossos verdadeiros amigos são escassos e que não conseguimos preencher os dedos de uma das mãos quando tentamos contá-los. Esse era o meu relacionamento com Ruy. Tínhamos uma conversa solta, alegre, sem censura e de recíproca confiança. Não sei quando essa dor da saudade vai desaparecer. Se é que um dia sairá de mim.

Alguns ensinamentos de Ruy Leal para a carreira

Quanto mais cedo começar, melhor. "Em diversas ocasiões, tenho me deparado com pais que acreditam que seus filhos são muito jovens para tomar determinadas decisões, em uma espécie de proteção contra as exigências do ambiente externo. No entanto, quanto mais cedo você encarar seus fantasmas, melhor. Outros jovens, seus concorrentes estão anos-luz à frente!".

Você viverá mais e trabalhará mais. "Jamais se imagine em condições de administrar sua relação temporal com o trabalho como as gerações passadas o fizeram. Você terá convivência obrigatória com o trabalho por muito mais tempo do que imagina, devendo produzir e ser útil para si, sua família, a comunidade e o planeta em que vive".

Faça agora. "Com muita estrada pela frente, você poderá cair na armadilha de achar que terá tempo suficiente para recuperar o que deixou de fazer. Está seriamente enganado se pensar assim. O tempo perdido agora poderá não ser recuperado no futuro. Não há como saber se haverá outra oportunidade adiante. O que você tem é o agora. Sobre o futuro não há controle".

Divida a pizza. "Todos os bem-sucedidos na arte de viver compreendem e executam com excelência o conceito de diversão. Para essas pessoas, viver bem implica saber dosar todos os ingredientes importantes para solidificar a curtição, ou seja, dividir a pizza em pedaços iguais, englobando lazer, desenvolvimento educacional, trabalho, família, amigos, esporte, relacionamento amoroso e ações comunitárias".

Essas foram algumas das sábias orientações que Ruy Leal deu para os jovens em suas palestras, cursos e livros. Um legado que poderá beneficiar muitas e muitas gerações. Mesmo que o mercado de trabalho se transforme completamente, alguns conceitos, como esses defendidos por ele, jamais desaparecerão.

Eu disse que o evento daquela sexta-feira havia sido a penúltima atividade programada por Ruy Leal. E a última? A menina dos olhos dele era o Fórum de Carreira -conseguiu criar o maior fórum de carreira para jovens do país. No dia 11 de junho já está toda organizada por ele a 14ª edição desse fórum, intitulado "Inovação e impacto social". São esperadas quase 10 mil inscrições.

Serão duas palestras pela manhã, a primeira com Debora Wright, do Conselho de Administração do Banco Santander (tema: Construindo sua carreira). A segunda com o mágico e palestrante internacional Clóvis Tavares (tema: Inovar para transformar desafios em oportunidades).

No período da tarde, mais duas palestras. A primeira, com Fianna Zarife, CEO da Twitter do Brasil (tema: O futuro do trabalho: de que forma a tecnologia impacta o mercado e as relações). A segunda, com Luiza Helena Trajano, presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza (tema: Inovando para melhorar a vida do outro, da sociedade e do planeta).

O evento é totalmente gratuito. A ONG solicita apenas um quilo de produto não perecível para ser distribuído pelo Banco de Alimentos. Será um evento emocionante. Vou, mais uma vez, tentar fazer o que Ruy Leal sempre fez: abrir o fórum e apresentar os palestrantes. Tomara que eu consiga me controlar. Desde já sei que não será fácil.

Você pode fazer sua inscrição gratuita pelo site www.viadeacesso.org.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL