Bolsas

Câmbio

Bolsa começa dia em queda, mas se recupera e fecha em alta de 2,48%

Do UOL, em São Paulo

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta terça-feira (6) em alta de 2,48%, a 83.894,04 pontos. Na véspera, o índice caiu 2,59%, maior baixa em mais de oito meses.

Pela manhã, o Ibovespa chegou a operar em queda de mais de 1%, mas passou a subir após as Bolsas norte-americanas abrirem em alta, no início da tarde.

A expectativa de juros mais altos nos Estados Unidos deu início a um forte movimento de cautela, o que levou as Bolsas norte-americanas a despencarem na véspera. Nesta terça, as Bolsas asiáticas e europeias também terminaram com perdas. No Japão, a queda foi de 4,73% e, na Inglaterra, de 2,64%.

Entre os destaques da Bolsa brasileira, as ações da mineradora Vale (+5,25%), da Petrobras (+5,01%), do Banco do Brasil (+4,39%), do Itaú Unibanco (+3,6%) e do Bradesco (+2,38%) registraram altas. Essas empresas têm grande peso sobre o Ibovespa.

Bolsas dos EUA

Os índices acionários dos Estados Unidos fecharam em alta, após despencarem na véspera:

  • Dow Jones: +2,33%
  • Nasdaq: +2,13%
  • S&P 500: +1,74%

Bolsas da Europa

As Bolsas de Valores europeias fecharam em baixa:

  • Inglaterra: -2,64%
  • Espanha: -2,53%
  • França: -2,35%
  • Alemanha: -2,32%
  • Itália: -2,08%
  • Portugal: -1,46%

Bolsas asiáticas

As principais Bolsas da Ásia e do Pacífico também registraram queda:

  • Hong Kong: -5,12%
  • Taiwan: -4,95%
  • Japão: - 4,73%
  • China: -3,38%
  • Austrália: -3,2%.
  • Cingapura: -2,2%
  • Coreia do Sul: -1,54%

Dólar fecha quase estável, a R$ 3,246

dólar comercial fechou praticamente estável, com leve queda de 0,03%, cotado a R$ 3,246 na venda, após dois dias seguidos de alta. Na véspera, o dólar subiu 1,01%. Pela manhã, o dólar chegou a subir quase 1%, perto de R$ 3,28.

(Com Reuters) 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos