ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Cotações

Bolsa fecha quase estável; CSN e Usiminas caem mais de 4%

Do UOL, em São Paulo

01/03/2018 18h23

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou esta quinta-feira (1º) praticamente estável, com leve alta de 0,03%, a 85.377,79 pontos. Na véspera, a Bolsa caiu 1,82%.

As empresas de metalurgia e siderurgia tiveram fortes variações após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmar que seu governo vai impor tarifas de importação de 25% para o aço e de 10% para o alumínio a partir da próxima semana. As ações da CSN (-4,43%) e da Usiminas (-4,22%) caíram, enquanto os papéis da Gerdau (+3,19%) subiram.

As ações da Petrobras (-2%) e da mineradora Vale (-1,33%) registraram queda. Por outro lado, os papéis do Itaú Unibanco (+1,49%), do Banco do Brasil (+0,72%) e do Bradesco (+0,57%) fecharam em alta. Essas empresas têm grande peso sobre o Ibovespa.

Leia também:

PIB do Brasil volta a crescer

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou nesta quinta que a economia brasileira registrou crescimento de 1% em 2017, na comparação com o ano anterior. Com isso, o país volta a crescer após dois anos de recessão.

Em valores atuais, o PIB em 2017 somou R$ 6,6 trilhões. O resultado foi puxado pelo setor agropecuário, que teve seu melhor desempenho desde 1996.

Dólar sobe 0,37%, a R$ 3,255

dólar comercial fechou em alta de 0,37%, cotado a R$ 3,255 na venda. Na véspera, a moeda norte-americana caiu 0,22%.

(Com Reuters)