PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Cotações

Ações da Tesla caem mais de 8% em dia de visita de Elon Musk ao Brasil

O empresário Elon Musk e o presidente Jair Bolsonaro em encontro no interior de SP - Reprodução/Facebook/Jair Messias Bolsonaro
O empresário Elon Musk e o presidente Jair Bolsonaro em encontro no interior de SP Imagem: Reprodução/Facebook/Jair Messias Bolsonaro

Do UOL, em São Paulo

20/05/2022 18h54Atualizada em 20/05/2022 18h54

O dia de hoje (20) foi marcado pela visita de Elon Musk ao Brasil e seu encontro com o presidente Jair Bolsonaro (PL). Enquanto isso, o bilionário dono da Tesla teve as ações de sua empresa desvalorizadas em mais de 8%.

Houve uma recuperação no fim do dia, subindo de R$ 97 para R$ 99,83 o preço das ações. Ainda assim, o dia fechou com 8,4% de desvalorização da Tesla. Na semana, a desvalorização foi de 20%.

Apesar da perda de valor da empresa no dia coincidir com o encontro de Musk e Jair Bolsonaro, a visita do bilionário ao mandatário brasileiro nada teve a ver com isso. Essa tendência de desvalorização está acontecendo desde o mês passado, quando o dono da Tesla anunciou a compra do Twitter, isso porque o empresário deu parte das ações da empresa de carros elétricos como garantia da compra da rede social.

Outro fator, esse relacionado ao dia de hoje, foram as denúncias de assédio sexual que surgiram hoje contra Elon Musk. Segundo o Insider, portal de notícias dos EUA, o bilionário teria, em 2018, assediado sexualmente uma comissária de bordo da SpaceX, empresa espacial que Musk também é dono e além disso, as denúncias dão conta que a empresa teria pago 250 mil dólares pelo silêncio da funcionária.

No Twitter, ele negou as acusações e disse que os ataques que estava recebendo deveriam ser vistos por uma "ótica política".

"Os ataques a mim devem ser vistos através de uma ótica política - este é o seu manual padrão (desprezível) - mas nada me impedirá de lutar por um bom futuro e seu direito à liberdade de expressão".

Cotações