Bolsas

Câmbio

Pizzaria no ABC paulista testa entrega com drones para driblar trânsito

Afonso Ferreira

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação

    Drone testado pela pizzaria Vero Verde, do ABC Paulista, para entrega de pizza

    Drone testado pela pizzaria Vero Verde, do ABC Paulista, para entrega de pizza

Na tentativa de agilizar a entrega de pizzas e fugir do trânsito nos horários de pico da demanda, a pizzaria Vero Verde, de Santo André, no ABC paulista, testou o delivery com um drone (avião não tripulado comandado por controle remoto).

O teste serviu para ver como o equipamento se comporta durante uma entrega, de acordo com o sócio-proprietário da pizzaria, Ernesto Junior, 32. "Vimos que é viável, porém há várias questões que precisam ser estudadas, como o peso da pizza, distância e o funcionamento em dias de chuva", afirma.

Segundo ele, o uso do drone pode reduzir o tempo de entrega pela metade. Hoje, um motoboy leva, em média, 30 minutos para levar a pizza e voltar, de acordo com o empresário.

O drone utilizado pesa cerca de 500 g e decolou levando uma pizza de peperoni. A entrega foi feita na cobertura de um apartamento a menos de 1,5 km de distância, que é a capacidade de voo do equipamento. O avião não tripulado utilizado atinge a velocidade máxima de 40 km/h.

Reprodução
Cliente recebe pizza na cobertura do apartamento em entrega feita com drone

Uso de avião não tripulado precisa ser autorizado

O uso de drones ainda esbarra na falta de regulamentação. Atualmente, os aviões não tripulados só podem ser usados fora de áreas urbanas em operações experimentais, como pesquisa e desenvolvimento e treinamento de tripulações, mediante autorização da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) e Decea (Departamento de Controle do Espaço Aéreo).

A Anac informou em nota que não há restrições quanto à compra de veículos aéreos não tripulados, no entanto o uso ilegal (sem autorização) está sujeito à multa e ações de responsabilidade civil e penal.

O órgão informou, ainda, que uma proposta de regulamentação está em processo de elaboração e deve ser submetida à audiência pública até o final do primeiro semestre de 2015. Após esta etapa, serão avaliadas as sugestões e críticas ao projeto e um novo texto será submetido à aprovação da agência. A regulamentação não tem data para entrar em vigor.

Ernesto Junior reconhece a dificuldade para implantar a entrega de pizza pelos ares. "Testamos apenas a viabilidade da entrega com drone, mas não vejo, no curto prazo, a possibilidade de usá-los na empresa ou de substituir as motos", afirma.

Empresas do Brasil e do mundo já testam entregas com drones

A iniciativa da pizzaria Vero Verde não é a única no país. Em abril, a rede de franquias Pão To Go (padaria drive-thru) também testou a entrega de pão francês com aviões não tripulados.

No exterior, a Amazon tomou a frente nos testes para entregas de produtos com drones. Um restaurante indiano também já testou a entrega de pizza por via aérea.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos