PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Empreendedorismo

Com aulas de empreendedorismo, Sebrae forma primeira turma de refugiados

Do UOL, em São Paulo

09/08/2016 12h32

O Sebrae Nacional e o Sebrae São Paulo formam nesta terça-feira (9) a primeira turma de refugiados capacitados em empreendedorismo. Desde junho, estrangeiros que foram forçados a abandonar seus países tiveram aulas online e presenciais sobre o assunto.

O treinamento é fruto de uma parceria entre o Sebrae e o Comitê Nacional para os Refugiados (Conare), do Ministério da Justiça

Além de passar conceitos básicos, o treinamento visou estimular a formalização dos empreendimentos dirigidos pelos refugiados e facilitar o acesso ao crédito para este público.

Na noite desta terça (9), os 27 refugiados que irão se formar terão a oportunidade de conversar com instituições financeiras para conseguir empréstimo e poderão sanar dúvidas sobre regularização de empresas.

Projeto teve quatro fases

Esta foi a primeira vez que refugiados receberam esse tipo de treinamento no Brasil. O projeto piloto foi composto por quatro fases.

Na primeira, foram oferecidas palestra e treinamentos online. Depois, os refugiados que quiseram continuar no programa participaram presencialmente de um pacote de cursos do Sebrae.

A terceira e quarta etapas, que acontecem hoje, são voltadas para a formalização dos empreendimentos e para a possível obtenção de crédito empresarial.

Oferta de crédito

Além das entregas de certificados, os participantes assistirão a palestras sobre empreendedorismo e orientação de crédito.

As instituições financeiras Banco do Brasil, Banco do Povo e Caixa Crescer irão apresentar os produtos e serviços relacionados ao microcrédito.

Logo depois, os refugiados poderão participar de um balcão de microcrédito, onde receberão atendimento personalizado de cada uma das instituições fornecedoras de crédito.

Empreendedorismo