Bolsas

Câmbio

Irmãos vendiam quadros em garagem alugada; hoje faturam quase R$ 3 mi

Lucas Gabriel Marins

Colaboração para o UOL, em Curitiba

Os irmãos Murilo, 23, e Gabriel Borges, 25, começaram em 2015 a produzir e vender quadros de forma artesanal, numa garagem alugada no Portão, bairro de classe média de Curitiba (PR). Assim, nascia a Los Quadros.

No ano passado, o faturamento da empresa foi de R$ 800 mil. Nos primeiros dez meses deste ano, a empresa faturou R$ 2,9 milhões. O lucro não foi revelado.

Leia também:

A ideia do negócio foi de Gabriel. Desde adolescente, ele vendia produtos pela internet, de peças antigas de computador até cera de cabelo importada da Ásia. No meio dessas experiências, percebeu que os usuários do site de vendas Mercado Livre costumavam procurar itens para fazer seus próprios quadros, como placas de MDF [chapa de fibra de madeira] e adesivos decorativos para colar em molduras. 

Gabriel, engenheiro mecânico, abriu a empresa em 2015 e produzia os quadros em casa. No mesmo ano, o irmão Murilo, então estudante de agronomia, entrou para o negócio.

Para fazer os quadros de forma artesanal, eles usavam vidro, tinta, madeira e até uma serra elétrica. Aprenderam a mexer no Photoshop para criar suas próprias imagens. Cerca de 400 quadros eram produzidos por mês e entregues a pé ou de ônibus, em Curitiba. O investimento inicial foi de R$ 3.000.

Em março de 2016, foi a vez de o irmão mais velho, o engenheiro químico Douglas, 30, se juntar à equipe. Dele, partiu a ideia de expandir a empresa. 

Em abril do mesmo ano, abriram a primeira loja, em um shopping de Curitiba. O investimento inicial no espaço foi de R$ 20 mil. "Conseguimos recuperar este valor já no primeiro mês", diz Douglas.

Empresa faz 6.000 quadros por mês

Com a entrada de Douglas, a produção, que começou de forma artesanal, ganhou ares industriais. Eles alugaram um galpão de 300 metros quadrados, no mesmo bairro, e compraram máquinas para fabricar quadros. O investimento nessa fase foi de R$ 70 mil.

Fazemos o ciclo completo, desde pensar, desenvolver, fabricar, expedir e botar para vender o produto.

Douglas Borges, um dos sócios da empresa

Hoje, a empresa tem 15 lojas (seis próprias e nove franquias) no Paraná, em Santa Catarina e em São Paulo. Os sócios dizem que atualmente a venda de franquia está parada, pois querem focar mais no negócio.

Centralizada em Curitiba, a produção média é de 6.000 quadros por mês. São 23 funcionários, sendo que dois deles trabalham apenas com o desenvolvimento das ilustrações.

Além da venda nas lojas, a Los Quadros também comercializa os mesmos produtos por meio do seu site e de portais parceiros, como Submarino e Americanas, com entrega em todo o país. As vendas online representam 10% do faturamento.

Cliente pode personalizar quadro

Os preços dos quadros variam de R$ 34,90 a R$ 299,90. O cliente escolhe entre seis tamanhos, 34 tipos de molduras e 1.600 imagens e frases, como por exemplo "inspira, respira, não pira".

Recentemente, um quadro com a frase "Não temos wi-fi, brinque com o gato" (R$ 39,90) foi um dos mais vendidos. Hoje, entre os mais pedidos também está o rosto de um leão dividido em três partes (R$ 149,90).

"Nós nos inspiramos em tudo, como tendências de decoração e memes da internet. É tudo muito dinâmico e depende do momento", relata Douglas.

Além dos produtos pré-definidos, a Los Quadros lançou neste ano a possibilidade de o cliente personalizar seus quadros. Os preços também começam a partir de R$ 34,90. "Podem utilizar suas próprias frases e desenhos", relata Douglas.

Cada alteração, seja na arte, no tamanho do quadro ou no tipo de moldura, tem um preço específico. Para adicionar palavras (no máximo dez) em um quadro básico (R$ 34,90), por exemplo, é preciso desembolsar mais R$ 15,80. Já para incluir uma imagem enviada pelo cliente, o custo é de R$ 9,80.

A tabela com todos os preços da personalização fica exposta nas lojas. A personalização é um serviço oferecido apenas nas lojas físicas.

É preciso diferenciar o atendimento

Para a consulta do Sebrae-PR Adriana Kalinowski a empresa acertou ao oferecer a personalização. "Customizar produtos é uma das grandes tendências de hoje em dia e ajuda a atrair os consumidores, que buscam cada vez mais produtos únicos", diz.

Ela diz, no entanto, que a empresa precisa se diferenciar no atendimento, já que está inserida em um mercado com bastante concorrência. "Hoje, além dos produtos, o mais importante é agregar serviços, como um prazo de entrega mais competitivo e embalagens exclusivas", afirma.

Onde encontrar:

Los Quadros - https://www.losquadros.com.br/

Metro, o cavalo de corrida que escapou de ser sacrificado ao virar pintor

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos