Começou fazendo pizza em casa e entregando a pé; hoje fatura R$ 22,6 mi

Fábio Munhoz

Colaboração para o UOL, em São Paulo

Após ser demitido de uma rede de fast food em 2005, o empresário Cristian Oalter Durante, 42, decidiu investir em uma pizzaria improvisada na sua casa em Guarulhos (na região metropolitana de São Paulo). Vendia para os vizinhos e fazia as entregas a pé. Apostou na pizza de massa pan, parecida com a utilizada pela rede Pizza Hut.

Hoje, a rede Super Pizza Pan tem 22 unidades. No ano passado, a empresa faturou R$ 22,6 milhões; o lucro não foi divulgado. A previsão para este ano é faturar R$ 26 milhões, alta de 15% em relação a 2016.

Leia também:

Apesar da situação do país, conseguimos passar pela crise sem fechar nenhuma loja e sempre com elevação no faturamento.

Cristian Oalter Durante, um dos sócios da empresa

O investimento inicial foi de R$ 3.000, que ele recebeu de indenização trabalhista. O dinheiro foi usado comprar um forno elétrico e sete formas de pizza. Para a empreitada, ele contou com a ajuda da então namorada Ana Luiza Rocha, 37, hoje sua mulher e sócia.

Em relação às pizzas convencionais, a massa pan é mais grossa e por dentro fica aerada. "A massa pan é famosa nos Estados Unidos e, no Brasil, a Pizza Hut acaba sendo a mais conhecida. Lá fora é comum, mas o que fizemos não é uma cópia", diz. 

De acordo com Durante, seu produto mantém as características de massa pan, mas foi adequado ao gosto do brasileiro. "[A massa] é mais leve, mais crocante e menos gordurosa, ao contrário da tradicional", diz o empresário.

Entregava pizza a pé

No início, a maioria das vendas era feita para quem fosse buscar o alimento na casa de Durante. Se o cliente morasse perto, ele levava a pizza a pé. A divulgação era feita no boca a boca entre a vizinhança.

Percebendo o aumento da clientela, mandou imprimir folhetos com o cardápio e entregou aos consumidores. Aos poucos o produto foi ficando conhecido na cidade, o que lhe permitiu ampliar o negócio, diz.

Em 2006, um ano depois de iniciarem as atividades, os sócios usaram o dinheiro obtido com as vendas para alugar um imóvel no Jardim Maia, também em Guarulhos, e abriram a primeira loja da Super Pizza Pan.

Foram gastos R$ 9.000, sendo R$ 3.000 para o aluguel e mais R$ 6.000 para reforma da cozinha.

Rede tem 22 lojas no Estado de São Paulo

A primeira franquia da Super Pizza Pan foi aberta em 2007, também em Guarulhos. Hoje, a rede conta com 22 unidades, todas franqueadas e localizadas no Estado de São Paulo (são 12 na capital paulista, sete na região metropolitana e três no interior). Das 22 lojas, cinco funcionam somente com sistema de entrega em domicílio.

O empresário diz que planeja também abrir mais duas lojas franqueadas em São Paulo (os locais ainda não foram definidos) e tem planos para expandir para outros Estados, ainda sem previsão.

"Nosso objetivo é primeiro consolidar a marca em São Paulo para depois ir para outras regiões", afirma Durante, que pretende chegar a cem lojas até 2027.

Confira os dados da franquia, fornecidos pela empresa:

  • Investimento inicial: R$ 289 mil (unidade com sistema de entrega em domicílio) e R$ 409 mil (restaurante completo). Inclui taxa inicial de franquia, infraestrutura e projeto arquitetônico, equipamentos e móveis, estoque inicial, constituição da empresa e reservas iniciais de capital
  • Taxa de royalties: 6%
  • Taxa de propaganda: 1%
  • Faturamento médio mensal: de R$ 70 mil a R$ 150 mil
  • Lucro médio mensal: não divulgado
  • Prazo de retorno previsto: de 24 a 36 meses

Empresa vende 35 mil pizzas por mês

Em média, a Super Pizza Pan vende 35 mil pizzas grandes por mês (não informou quantas pizzas no tamanho broto são vendidas). A rede só comercializa dois tamanhos de pizza: broto (individual, com duas fatias) e grande (com oito fatias).

Há oito anos seguidos, o sabor mais vendido é o frango com cream cheese: R$ 20,90 (broto) e R$ 65,90 (grande). O cardápio inclui opções como a brutus, que leva mozarela, hambúrguer, cebola ao molho shoyu, cream cheese e queijo Polenghi em cubos. Custa R$ 20,90 (broto) e R$ 65,90 (grande).

Há também as opções tradicionais, como calabresa, mozarela, napolitana e portuguesa. Todas vendidas a R$ 17,90 (broto) e R$ 51,90 (grande).

Pizzaria deve investir em inovação, diz especialista

Fabiano Nagamatsu, consultor do Sebrae-SP, diz que, para se firmar e ampliar sua participação no mercado brasileiro, a Super Pizza Pan deve investir em inovação, garantindo diferenciais em relação a concorrentes multinacionais como Pizza Hut e Domino's.

Os diferenciais, segundo ele, não têm de ser restritos ao produto, como um novo sabor, por exemplo.

Podem ser implantadas novidades em termos de marketing, organização e processos internos. O importante é agregar valor.

Fabiano Nagamatsu, consultor do Sebrae-SP

Para citar um exemplo de inovação em processos, Nagamatsu diz que a Pizza Hut dá espaço em suas lojas para que pessoas idosas trabalhem no balcão dos restaurantes, o que é um diferencial.

Onde encontrar:

Super Pizza Pan – http://www.superpizzapan.com.br/

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos