IPCA
0.11 Ago.2019
Topo

Empreendedorismo


Empresa abre no Rio salão de beleza compartilhado a R$ 5.900 de aluguel

No Sola Salons Studio Brasil, no Rio, o profissional aluga o espaço pronto e mobiliado - Daniel Perpetuo/Divulgação
No Sola Salons Studio Brasil, no Rio, o profissional aluga o espaço pronto e mobiliado Imagem: Daniel Perpetuo/Divulgação

Claudia Varella

Colaboração para o UOL, em São Paulo

29/04/2019 10h58

O empresário Rodrigo Miranda trouxe dos Estados Unidos o conceito de salão de beleza compartilhado: o profissional aluga um espaço pronto e mobiliado (equipado com pia, lavatório, cadeiras, bancadas, armários, ar-condicionado e espelhos) e começa a trabalhar. O aluguel varia de R$ 5.900 a R$ 12 mil.

O profissional não precisa investir na montagem do salão nem na gestão do negócio. Contas de luz, água e telefone e gastos de recepção e manutenção estão embutidos no valor do aluguel.

O Sola Salons Studio Brasil foi aberto em janeiro deste ano no BarraShopping, no Rio de Janeiro. O local tem 22 estúdios (de 11 a 22 metros quadrados). Miranda disse ter investido R$ 2 milhões no negócio. A previsão de retorno é de 28 meses.

Para alugar um dos estúdios, o profissional deve ter empresa aberta; pode ser MEI (microempreendedor individual). É possível dividir o espaço alugado com outros profissionais, dependendo do tipo de atividade. No estúdio de manicure, por exemplo, cabem até cinco profissionais. O aluguel tem duração de um ano. Antes de empreender, veja recomendações de especialistas.

A marca Sola Salon Studios foi criada nos EUA, em 2004. Segundo a empresa, o plano de expansão no Brasil é chegar a 50 unidades nos próximos dez anos.

Onde encontrar:

Sola Salons Studio - https://www.solasalonstudios.com.br/

Posso pegar doenças no cabeleireiro? Fique de olho no que usa

UOL Notícias

Mais Empreendedorismo