IPCA
0.11 Ago.2019
Topo

Empreendedorismo


Dia das Mães deve movimentar R$ 24,3 bilhões no varejo, aponta pesquisa

Claudia Varella

Colaboração para o UOL, em São Paulo

02/05/2019 17h43

As vendas do Dia das Mães devem movimentar R$ 24,3 bilhões no varejo, segundo pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) divulgada hoje.

O levantamento mostra que 78% dos consumidores (cerca de 122,1 milhões de pessoas) pretendem fazer pelo menos uma compra no período (em 2018, esse percentual era de 74%).

Roupas, calçados e acessórios (42%) devem ser os campeões de venda neste ano, seguidos de perfumes (36%), cosméticos (23%), chocolates (19%), flores (15%), maquiagem (13%), ida a restaurantes (12%) e utensílios de cozinha (12%).

A média total de gastos deve ser de R$ 198,79 --em 2018, era de R$ 152,98. Para não se endividar, a maioria (65%) dará preferência ao pagamento à vista. Por outro lado, 37% disseram que vão às compras mesmo com contas em atraso.

Fazer pesquisa de preço antes de comprar é a estratégia para 77% dos consumidores; para 19%, a ideia é dividir o presente da mãe com outras pessoas, como irmão e pai, por exemplo.

Considerado pelos varejistas como a principal data comemorativa do primeiro semestre, o Dia das Mães é celebrado no Brasil sempre no segundo domingo de maio (dia 12, neste ano). Em termos de faturamento, a data perde apenas para o Natal.

Alta nas vendas pelo 3º ano seguido

Projeção da área de Indicadores e Estudos Econômicos da Boa Vista mostra que as vendas do Dia das Mães devem crescer entre 2% e 2,5% neste ano, em comparação com o mesmo período no ano passado.

O movimento do comércio nesta data deve registrar resultado positivo pelo terceiro ano consecutivo, após as quedas em 2015 (-1,2%) e 2016 (-4,6%). Porém, o crescimento entre 2% e 2,5% neste ano deve ser inferior aos 4% registrados em 2018.

De acordo com economistas da Boa Vista, o alto nível de desemprego e a recente queda da confiança estão segurando o ritmo de expansão das vendas do varejo.

Empresas oferecem test-drive de sapato e apartamento

UOL Notícias

Mais Empreendedorismo