IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Empreendedorismo


Professor e faixa preta de jiu-jitsu troca tatame por franquia de depilação

Jobson Machado, 32, é dono de uma franquia de depilação e estética da Posé Beleza Sem Hora Marcada, em Valparaíso de Goiás (GO) - Divulgação
Jobson Machado, 32, é dono de uma franquia de depilação e estética da Posé Beleza Sem Hora Marcada, em Valparaíso de Goiás (GO) Imagem: Divulgação

Claudia Varella

Colaboração para o UOL, em São Paulo

27/09/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Jobson Machado e mulher, Rayza, abriram em agosto uma franquia de depilação e estética em Valparaíso de Goiás (GO)
  • Machado era professor, instrutor de artes marciais e faixa preta de jiu-jitsu; chegou a ser campeão regional na categoria
  • Ele viu a oportunidade de negócio ao levar a mulher todo mês até Brasília para fazer depilação
  • A unidade oferece serviços de depilação, sobrancelha, manicure e escova

Professor, instrutor de artes marciais e faixa preta de jiu-jítsu, Jobson Machado, 32, largou o tatame para comandar uma franquia de depilação e estética, em Valparaíso de Goiás (GO), em sociedade com a mulher, Rayza Carvalho Machado, 29. Mas quem fica à frente do negócio é ele —Rayza continua trabalhando em outra empresa e viaja muito durante a semana.

O casal investiu R$ 200 mil na franquia da Posé Beleza Sem Hora Marcada, inaugurada em agosto, num shopping da cidade.

"A ideia de abrir uma franquia de depilação nasceu da necessidade da minha esposa. Para ela fazer depilação, eu tinha de levá-la uma vez por mês até Brasília, num percurso de 40 quilômetros. Ficava na porta esperando e percebi o grande fluxo de clientes ali. Quando decidimos ter um negócio próprio, não tivemos dúvida: tinha de ser de depilação. Como ela já conhecia a Posé, escolhemos essa marca", declarou ele. Em Valparaíso de Goiás, não havia unidade da marca.

Machado tem cinco funcionárias: três depiladoras e duas recepcionistas. A unidade oferece serviços de depilação, sobrancelha, manicure e escova, além de vender cosméticos, lingerie, acessórios e artigos sensuais. O serviço mais barato é a depilação de pés (R$ 10), e o mais caro é a depilação de rosto inteiro (com sobrancelhas), que sai por R$ 105.

Era instrutor de jiu-jítsu, MMA e muay thai

Com 1,86 metro e 108 quilos, Machado é faixa preta de jiu-jítsu desde 2015, participou de campeonatos regionais no Centro-Oeste e chegou a ser campeão regional na categoria.

"Ninguém consegue viver de artes marciais no Brasil. É muito raro mesmo. Tanto que os atletas profissionais, na primeira oportunidade que têm, vão para o exterior. O mercado é pouco valorizado", afirmou.

Machado é formado em educação física e trabalhava como assistente disciplinar no Colégio Marista, em Brasília, até deixar o emprego, em maio passado, para apostar no negócio próprio. Também dava cursos de defesa pessoal para vigilantes, policiais e mulheres.

Paralelamente ao seu trabalho, ele era voluntário num projeto social de uma igreja evangélica, no qual era instrutor de jiu-jítsu, MMA e muay thai. Hoje, Machado só treina por hobby.

Dono de franquia deve focar em gestão, diz analista

Rafaela Brugnatti, analista de negócios do Sebrae-SP, disse que o empresário viu uma oportunidade de negócio ao observar o movimento de clientes numa empresa de depilação e identificar a falta de serviço de qualidade similar em sua cidade.

"Ele apostou neste nicho de mercado, apesar de inicialmente não ter identificação com o segmento de beleza e estética, já que sua área é a das artes marciais", afirmou.

Segundo a especialista, a falta de identificação de Machado com o segmento pode ser superada se ele focar na gestão do negócio. "O mais importante é ele se tornar um especialista em gestão. Precisa estudar, fazer cursos, focar na gestão do seu negócio", declarou.

Outro alerta, segundo Rafaela, é em relação à concorrência. "A unidade tem que sempre estar inovando para atrair e fidelizar a clientela, podendo oferecer até serviços para o público masculino, por exemplo".

Onde encontrar:

Posé Beleza Sem Hora Marcada - @poseshoppingsul

Quer saber mais informações e dicas sobre economia e finanças pessoais de um jeito fácil de entender? Siga @uoleconomia no Instagram!

Posso pegar doenças no cabeleireiro? Fique de olho no que usa

UOL Notícias

Empreendedorismo