IPCA
0,83 Mai.2024
Topo

Atriz de Pantanal abre 17 franquias em 5 anos: 'Precisava de um plano B'

A atriz Paula Barbosa tem franquias da Cia Marítima e da Arranjos Express - Divulgação
A atriz Paula Barbosa tem franquias da Cia Marítima e da Arranjos Express Imagem: Divulgação

Claudia Varella

Colaboração para o UOL, em São Paulo

06/05/2023 04h00

A atriz Paula Barbosa, 36, a Zefa da novela "Pantanal", precisava de um plano B porque sentia que sua carreira havia desacelerado, e decidiu investir em franquias. Hoje, é dona de 17 lojas.

Veja como a atriz virou empresária

Paula e o marido, Diego Dalia, estudaram bastante as opções de negócio. Antes de investir na Cia Marítima (moda praia), o casal chegou a visitar a fábrica e outras lojas da marca.

Paula era cliente da Cia Marítima. Ela escolheu investir no negócio porque se identificava com a marca e com as estampas dos biquínis. A primeira franquia foi aberta em 2018, em São Paulo. Hoje, são quatro unidades da marca.

Eles viram uma nova oportunidade em negócio de conserto de roupas. O casal investiu também em franquias da Arranjos Express. Hoje, são 13 unidades da marca.

Fizeram parcerias para aumentar o faturamento. Eles têm parceria com outras lojas dos shoppings para que elas indiquem aos seus clientes a Arranjos Express para fazer os ajustes das roupas. O faturamento da loja do shopping da Mooca, em São Paulo, por exemplo, aumentou 40% de um mês para o outro.

Paula tem outros três sócios no negócio. São eles: Diego Dalia (marido), Fernanda Barbosa (irmã da Paula) e Bernardo Saboia (marido de Fernanda).

Maioria das franquias fica na capital paulista. São 17 franquias (4 da Cia Marítima e 13 da Arranjos Express) em São Paulo e em cidades do interior do estado (Guarulhos, Campinas e Jundiaí). As três últimas franquias foram abertas em 2022.

Fazer a barra de uma roupa em até uma hora é o carro-chefe na Arranjos Express. O valor do serviço custa de R$ 33 a R$ 54. Na Cia Marítima, os biquínis custam de R$ 300 a R$ 350, em média.

O faturamento das 17 franquias foi de R$ 18 milhões em 2022. O lucro não foi divulgado.

No início, Paula chegou a dobrar biquínis nas lojas. Hoje, as lojas possuem 104 funcionários. Paula diz que as gerentes estão alinhadas com o negócio e que ela não precisa estar acompanhando tão de perto.

Após três novelas na Globo, senti que a carreira havia desacelerado, que não poderia ficar parada e que precisava de um plano B. Logo, surgiu a ideia de investir em franquias.
Paula Barbosa, atriz e empresária

Quem é atriz Paula Barbosa

Ela é neta de Benedito Ruy Barbosa, autor da novela "Pantanal".

Sua mãe, Edilene Barbosa, também é escritora de novelas.

Ela é prima do autor Bruno Luperi, responsável pelo remake de "Pantanal" em 2022.

Paula já fez cinco novelas. Ela atuou em "Paraíso" (2009), "Amor Eterno Amor" (2012), "Meu Pedacinho de Chão" (2014), "I Love Paraisópolis" (2015) e "Pantanal" (2022).

No teatro, sua última peça foi "Antes que Amanheça" (2018).

Ela está se dedicando no momento à carreira musical.

Paula é casada com o produtor musical Diego Dalia, 39.

Seu primeiro negócio foi uma clínica de estética, em São Paulo. A clínica funcionou de 2009 a 2012. "Foi uma experiência interessante, mas é difícil começar do zero. Eu não tinha conhecimento de administração do negócio", afirma.

.

Paula Barbosa - Globo/João Miguel Júnior - Globo/João Miguel Júnior
Neta de Benedito Ruy Barbosa, Paula Barbosa interpretou a Zefa na novela "Pantanal", em 2022
Imagem: Globo/João Miguel Júnior

Casal fez 'lição de casa', diz consultor

Ruy Barros, consultor de negócios do Sebrae-SP, diz que Paula e o marido fizeram a "lição de casa" antes de abrir o negócio.

Confira o que ele disse:

O casal fez a lição de casa. Antes de escolher a franquia, o casal fez o que todo empreendedor deveria fazer, como estudar o segmento, visitar outros franqueados e até a fábrica da marca.

Paula tinha identificação com a Cia Marítima, da qual era cliente. Isso é importante na hora de escolher em qual franquia investir.

O casal soube se adaptar aos negócios, como entender o público de cada loja das franquias.

No segmento de moda, vale ficar atento às novas tendências vindas de fora, como Europa ou EUA. O consultor diz que é preciso ter tempo dentro da gestão do negócio para observar o mercado e ver o que pode ser trazido como tendência, pois "nem sempre é o Brasil que dita a moda".

Todo franqueado deve ter autorização da franqueadora para fazer parcerias ou outras inovações. "A franquia é um modelo de negócio já estruturado, mas você deve trabalhar sempre de acordo com os processos estabelecidos pela franqueadora", diz.