IPCA
0.32 Jan.2019
Topo

Finanças pessoais


Cartilha gratuita dá dicas para colocar as contas em dia e realizar sonho

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Claudia Varella

Colaboração para o UOL, em São Paulo

03/01/2019 04h00

Sair do vermelho, manter as finanças em dia ou realizar um sonho estão entre as suas promessas para 2019? Uma cartilha produzida pela empresa de informações sobre crédito Boa Vista, dona do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), pode ajudar. 

 A empresa divulgou uma versão atualizada da Cartilha do Orçamento Doméstico, com orientações práticas para manter a vida financeira em ordem e ainda poupar. 

Clique aqui para acessar a cartilha gratuitamente.

"A ideia principal é ajudar a pessoa a colocar suas finanças em dia e também alertá-la sobre a importância de ser um consumidor consciente", afirmou Pablo Nemirovsky, superintendente de serviços ao consumidor da Boa Vista.

A cartilha começa com um teste que irá traçar o perfil do consumidor. São dez perguntas, como "você controla todos os gastos do mês?", "pesquisa os preços antes de comprar?" e "antes de fazer uma nova prestação ou de usar o cartão de crédito você soma as prestações que já tem que pagar todo mês?". Para cada resposta, há uma pontuação. Com o diagnóstico, você saberá se está no caminho certo ou se precisa rever o modo como usa o dinheiro. 

Confira abaixo as orientações que constam da cartilha.

1) Faça seu orçamento doméstico

Antes de tudo, é preciso descobrir se suas despesas estão dentro do seu orçamento doméstico. Para isso, coloque numa planilha (há um modelo de planilha na cartilha) ou numa folha de papel tudo o que você ganha (salário líquido, trabalhos extras e eventuais pensões e auxílios) e todas as suas despesas.

Para facilitar, separe as despesas entre fixas (que têm o mesmo valor todo mês, como aluguel, condomínio e mensalidade da escola), variáveis (contas mensais, mas com valores que variam conforme o uso, como água, telefone, luz, alimentação e até o cafezinho da padaria) e imprevistas (como conserto de carro e remédios). Some os ganhos e deduza os gastos, para descobrir se sobra ou falta dinheiro no final do mês.

A dica da Boa Vista é que você coloque essa planilha em lugar de fácil acesso, como a porta da geladeira, por exemplo.

2) Avalie em quais itens é possível economizar

Com tudo anotado, fica mais fácil visualizar em quais itens é possível economizar.

Envolva sua família nessa avaliação. "Para economizar nas contas de água e energia elétrica, a família deve, por exemplo, se comprometer a tomar banhos mais curtos e não deixar a luz acesa desnecessariamente", disse Nemirovsky.

Outra dica é cortar o supérfluo, como o cafezinho. "Só cortar pequenos gastos já fará uma diferença no final do mês", declarou ele.

3) Planeje seu sonho

A cartilha da Boa Vista orienta o planejamento de sonhos como a troca do carro ou do celular, uma viagem, uma festa ou a compra da casa própria, por exemplo.

"Com dedicação e planejamento, é possível conquistar o que você quer. Pode levar um tempo para juntar o dinheiro que precisa, mas você verá que valerá à pena", diz um trecho.

Liste seus sonhos, colocando informações como o quanto eles custam, em quanto tempo você quer realizá-los e o valor que precisa poupar todo mês.

"Organize seus planos considerando quais são os mais importantes e o que você quer fazer primeiro", diz a cartilha. "Crie um plano para juntar esse dinheiro e siga à risca".

Não há um valor fixo para ser poupado. "Comece com o valor que puder e aumente sempre que possível", afirmou Nemirovsky.

4) Faça uma poupança de emergência

Grande parte das pessoas que têm seu nome inscrito no cadastro negativo do SCPC atrasou o pagamento de contas devido a imprevistos como perda do emprego e doença na família. Para lidar com essas eventualidades, o ideal é ter uma poupança de emergência, segundo Nemirovsky.

"A conta é simples: calcule seu gasto mensal e multiplique por seis. Tendo esse valor guardado, ele ajudará você durante seis meses, período em que você poderá conseguir um novo emprego ou custear as despesas de saúde, sem entrar no vermelho".

Como há diversas formas de investimentos, a cartilha recomenda que você procure informações sobre as modalidades disponíveis em bancos, financeiras e corretoras.

5) Mantenha gastos sob controle e aumente os ganhos

Depois de organizadas as finanças, para evitar perder o controle de seus gastos novamente, você deve, de acordo com orientações da cartilha, reservar uma grana para despesas extras e anotar sempre seus gastos diariamente. "Se gastar mais em um item, economize em outro", diz a cartilha.

Outra dica é "conseguir ganhar recursos extras", fazendo um bico ou um trabalho temporário no período de férias, por exemplo. Use também suas habilidades e conhecimento para ganhar dinheiro.

"Se sabe cozinhar, pode vender refeições, doces ou salgados. Se entende de elétrica, faça pequenos reparos na vizinhança", diz a cartilha.

6) Seja um consumidor responsável

Segundo a cartilha, em primeiro lugar, é importante comprar só o que realmente é necessário. 

"Não recomendamos que o consumidor gaste mais do que ganha. Para manter as contas no azul, ele deve sempre comprar o que é realmente necessário e evitar ao máximo gastar por impulso", afirmou Nemirovsky.

7) Tenha cuidado com pagamentos parcelados

Na cartilha, há várias dicas para o uso de cartões de crédito, cheques e carnês. Veja as orientações:

Cartões de crédito: 

  • Pague em dia. Os juros sobre o saldo devedor são altos e, em pouco tempo, o valor a pagar aumentará muito.
  • Ao dividir um pagamento em várias vezes, fique atento para não juntar muitas parcelas para os meses seguintes e comprometer o orçamento.
  • Cuidado com a "bola de neve" que se forma quando você perde o controle no uso do cartão de crédito.

Cheques e cheque especial:

  • Anote no canhoto a data, o valor do cheque emitido e o saldo disponível.
  • Se pagar com cheque pré-datado, controle bem o saldo para que esse cheque não volte sem fundo.
  • Evite entrar no cheque especial porque os juros são muito altos.

Carnês:

  • Pague em dia.
  • Cuidado para não acumular mais prestações do que você pode pagar.

8) Adote o cadastro positivo

O cadastro positivo é uma espécie de boletim da sua vida financeira. Ele registra todos os pagamentos que o consumidor faz, formando seu histórico de crédito.

"Todas as contas que o consumidor paga todo mês, como água, luz, financiamentos, empréstimos etc., contam a seu favor e podem ajudá-lo a conseguir mais e melhor crédito no mercado", afirmou Nemirovsky.

A Boa Vista é uma das empresas que oferece o serviço. É possível fazer o cadastro no site e também consultar seu CPF gratuitamente.

Mais Finanças pessoais