Bolsas

Câmbio

Dúvidas

Envie sua dúvida

IR 2018: Veja se sua declaração caiu na malha fina e saiba como se safar


A relação do contribuinte com a Receita Federal não termina com o envio da declaração do Imposto de Renda 2018. É importante acompanhar, periodicamente, como está o processamento da declaração.

Normalmente, as pessoas ficam de olho no site da Receita apenas para saber quando vai sair a restituição, caso tenham valores a receber. Mas é importante ver se não caiu na malha fina.

Se preencheu um valor errado ou omitiu alguma informação, como o rendimento de um dependente, certamente sua declaração terá problemas.

Leia também:

Quanto antes você tomar conhecimento de eventuais pendências, mais tempo terá para conferir as informações e corrigir o problema, para evitar uma intimação da Receita e ficar sujeito à cobrança de multa.

Veja como saber se a declaração caiu na malha fina

Acesse o Centro Virtual de Atendimento da Receita Federal (e-CAC) para acompanhar o processamento das declarações do IR. É necessário ter um código de acesso e senha para entrar no sistema. Caso ainda não tenha, gere o código aqui.

Quando entrar na página principal do e-CAC, clique no item "Declarações e Demonstrativos", na parte de cima da página. Em seguida, selecione "Extrato do Processamento da DIRPF", na lista à direita.

Na tela seguinte, você verá uma listagem das declarações entregues nos últimos anos, inclusive aquelas que foram retificadas. Para cada declaração entregue, observe na coluna "Situação" se aparece a mensagem "processada" ou se há alguma observação, como "em processamento" ou "com pendências".

Se houver pendências e elas puderem ser retificadas pelo contribuinte no próprio site, a coluna "Serviços" terá um ícone para que você faça a retificação online. Com as informações que precisam ser corrigidas em mãos, basta seguir as orientações do site e fazer a retificação. Confira no site, depois de alguns dias, se a pendência foi resolvida.

Caso as pendências não possam ser corrigidas no próprio site, o caminho é apresentar uma declaração retificadora. Veja aqui como proceder.

Providencie a correção o quanto antes. Se a Receita convocar o contribuinte para prestar esclarecimentos, ele não poderá mais retificar a declaração e ainda estará sujeito ao pagamento de multa.

Receita usa informações de várias fontes para checar

O processamento da declaração começa logo após seu envio para o Fisco. Depois de alguns dias da entrega, o contribuinte já pode conferir no site da Receita se há algum problema e até fazer a retificação ali mesmo.

O Leão cruza os números da declaração do IR com os dados fornecidos por empresas, INSS, médicos, planos de saúde, bancos, administradoras de cartão de crédito, imobiliárias, entre outras fontes, em busca de inconsistências.

Não cometeu erro, mas caiu na malha fina? Procure a Receita

Eventualmente, sua declaração pode ser retida na malha fina, mesmo que você não tenha cometido nenhum erro no preenchimento e esteja com toda a papelada em dia.

Se isso acontecer, agende um atendimento em uma agência da Receita para prestar esclarecimentos e apresentar documentos que comprovem as informações declaradas.

Prazo para Receita cobrar pendências no IR é de cinco anos

O prazo máximo para a Receita verificar pendências na declaração do IR é de cinco anos após a entrega. Passado esse período, nem a Receita pode cobrar débitos em atraso, nem o contribuinte pode exigir o pagamento de restituição que ficou esquecida.

Caiu na malha fina? Veja orientações da Receita

UOL Cursos Online

Todos os cursos