PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Investindo R$ 500 por mês, com quanto eu me aposento?

Conteúdo exclusivo para assinantes
Sílvio Crespo

Sílvio Crespo é sócio do Grana, aplicativo que automatiza o IR de investimentos na Bolsa. Como jornalista de economia, ganhou diversos prêmios, inclusive o de melhor blog de economia do Brasil, concedido pela Case New Holland, pelo antigo blog Achados Econômicos, no UOL. Paralelamente, hoje cursa psicologia na USP.

19/11/2021 04h00

Um leitor desta coluna me enviou um e-mail dizendo que consegue guardar R$ 500 por mês e gostaria de saber se com esse valor é possível conseguir, após 35 anos, uma aposentadoria na faixa de R$ 2.000 a R$ 3.000.

Para responder, preparei algumas simulações de investimentos na poupança, no Tesouro Direto e em Fundos Imobiliários.

Elas mostram quanto é possível conseguir de renda vitalícia após aplicar esse valor todo mês.

Os dados já descontam o Imposto de Renda e a inflação do período.

Poupança: não se aposenta

Aplicando R$ 500 por mês na poupança você provavelmente não vai conseguir uma renda vitalícia, mesmo após 35 anos. Isso ocorre porque a poupança tem perdido para a inflação.

Para fazer esse cálculo, utilizei o rendimento da caderneta acumulado nos últimos dez anos (72%) e descontei a inflação do período (79%).

Assim, a poupança teve um rendimento real negativo de 0,03% ao mês entre novembro de 2011 e outubro de 2021.

Nesse cenário, se você aplicar R$ 500 por mês, ao final de 35 anos terá um total de R$ 197.064, já descontando a inflação.

Na poupança, esse valor teria hoje uma rentabilidade negativa e, portanto, você não teria uma renda vitalícia. Você poderia gastar R$ 2.000 por mês ao longo de oito anos, aproximadamente, e então seu dinheiro acabaria.

Tesouro Direto: R$ 1.970 por mês

Para investimentos de longo prazo, o título do Tesouro Direto mais previsível é o Tesouro IPCA+.

Nesse caso, considerando a taxa atual do título de maior retorno, você acumularia R$ 511 mil, aproximadamente, após investir R$ 500 mensais durante os próximos 35 anos. Com isso, você teria uma renda vitalícia equivalente a R$ 1.970 por mês.

Esse cenário ocorreria se a inflação e a rentabilidade do Tesouro continuassem no ritmo atual, ao longo de todo o período.

Fundos de Investimento Imobiliário: R$ 3.561 por mês

O rendimento dos fundos de investimento imobiliário (FIIs) é bem menos previsível que o do Tesouro Direto e o da poupança.

Alguns deles podem render 0,2% ao mês ou menos, enquanto outros chegam a 1% mensais.

Se você conseguir um retorno mensal de 0,5%, que não é tão incomum, sua aposentadoria seria de R$ 3.561 por mês, após investir R$ 500 mensalmente ao longo de 35 anos.

Por outro lado, se o retorno for de 0,2%, sua aposentadoria ficaria em apenas R$ 657 por mês. Já se conseguir 1% ao mês durante 35 anos, o que não é nada fácil, ao final do período você teria uma renda de R$ 32 mil por mês.

E a inflação?

Todas as simulações já descontam a inflação. Quando eu digo que o investidor ganharia R$ 3.561 por mês com fundos imobiliários, por exemplo, o que estou dizendo é que ele alcançaria um valor que, a preços de hoje, equivale a R$ 3.561.

Na prática, a quantia será maior, mas o custo de vida também estará mais alto. Preferi trazer a valor presente para ficar mais fácil imaginar como seria o seu padrão de vida

De qualquer maneira, é bom lembrar que a inflação e o rendimento de qualquer aplicação são dados imprevisíveis em um horizonte de 35 anos.

Os cenários projetados têm como base as taxas atuais, no caso do Tesouro Direto e dos FIIs, e o histórico dos últimos dez anos, no caso da poupança.

Sendo assim, a função das simulações é mostrar para onde esses investimentos estão apontando neste momento. Ao investir com foco em aposentadoria, você precisa, a cada seis meses, refazer as projeções. É um trabalho de formiguinha, mas faz uma diferença enorme lá na frente.

Ficou alguma dúvida?

Caso tenha ficado com alguma dúvida sobre esses dados ou sobre investimentos em geral, mande e-mail para silvio.crespo@gmail.com. Sua pergunta poderá ser tema da minha coluna futuramente.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.

PUBLICIDADE

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL