PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Quanto você pode ganhar com investimentos de baixo risco?

só para assinantes
Sílvio Crespo

Sílvio Crespo é sócio do Grana, aplicativo que automatiza o IR de investimentos na Bolsa. Como jornalista de economia, ganhou diversos prêmios, inclusive o de melhor blog de economia do Brasil, concedido pela Case New Holland, pelo antigo blog Achados Econômicos, no UOL. Paralelamente, hoje cursa psicologia na USP.

22/07/2022 04h00

Qual é o máximo de retorno que você pode ter com investimentos de baixo risco?

Para a coluna de hoje, preparei um levantamento das aplicações com as maiores rentabilidades em diversos bancos e corretoras, tanto para quem quer constituir uma reserva de emergência quanto para quem deseja se proteger da inflação a médio e longo prazo.

Mesmo sem conta nesses lugares, você pode mostrar esse conteúdo para o seu gerente ou assessor de investimentos e ver se ele consegue oferecer um retorno igual.

Para reserva de emergência ou curto prazo: 12% ao ano

O dinheiro que você guarda para algum imprevisto precisa estar em uma aplicação em que, seguramente, não dará prejuízo caso você resgate daqui a alguns dias ou meses.

Em outras palavras, esse investimento deve ter liquidez diária e ser pós-fixado. Dentro das aplicações com essas características, o maior rendimento que encontrei foi de 12% ao ano, dos seguintes títulos:

  • LCA do banco ABC, pela corretora ABC Brasil, de 91% do CDI
  • CDB do banco Bari, pela corretora Bari, de 110% do CDI

Ambos os papéis teriam um rendimento aproximado de 12% ao ano, considerando o cenário atual, com a taxa básica de juros (a Selic) a 13,25% ao ano. Nesse caso, uma aplicação de R$ 10 mil daria um lucro de R$ 1.200 após 12 meses, já sem Imposto de Renda.

Para investir nesses papéis, especificamente, é preciso ter conta na corretora ABC Brasil ou na Bari. Mas, se você não tem, não se preocupe. Use esses dados para obter melhores taxas no seu banco ou na sua corretora.

Para se proteger da inflação: 13,41% ao ano (IPCA + 8,2%)

Se o seu objetivo for proteger o seu dinheiro contra a inflação, o investimento escolhido muito provavelmente terá a sigla "IPCA" no nome. Este é o acrônimo do principal indicador de preços do país, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo.

O rendimento maior que encontrei desse tipo foi um CDB oferecido pela corretora Ativa, com taxa de IPCA + 8,2% ao ano. Se considerarmos uma inflação de 7% ao ano, o ganho será de 13,4% ao ano, já descontado o Imposto de Renda.

Vale dizer que qualquer investimento feito para superar a inflação é de médio ou longo prazo. No caso desse CDB, o vencimento é de 759 dias. Menos do que 12 meses é muito difícil conseguir.

Para um investimento de R$ 10 mil, o retorno líquido seria de R$ 2.861 em dois anos, o que daria uma média de R$ 1.330 ao ano.

Alguma dúvida?

Ficou alguma dúvida sobre este texto ou sobre investimentos em geral? Envie sua pergunta para o meu perfil no Instagram. Sua questão pode ser respondida nesta coluna em breve.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.