PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Renda fixa e renda variável: você sabe quais são as principais diferenças?

Conteúdo exclusivo para assinantes

Felipe Cozer

24/12/2021 04h00

Ao iniciar a jornada no mundo dos investimentos, é comum que existam algumas dúvidas na hora de escolher onde investir o seu dinheiro. Um dos passos iniciais é entender as principais diferenças entre renda fixa e renda variável.

Afinal, dentro do mundo dos investimentos o conhecimento é a chave para o sucesso.

Principais características da renda fixa

A renda fixa é uma classe de investimento em que o investidor tem previsibilidade sobre qual será o rendimento do dinheiro aplicado, já que a taxa ou indexador são definidos no momento da contração. Ela é muito procurada pelos investidores que buscam por rendimentos mais estáveis e segurança.

Quando você investe em um título de renda fixa, por exemplo CDB, Tesouro Direto ou poupança, você está emprestando dinheiro para o emissor desse título, que pode ser o governo, um banco ou uma empresa, e eles te pagam uma rentabilidade por isso.

As formas de classificação de renda fixa são:

Prefixados

Na renda fixa prefixada os investimentos possuem uma taxa fixa acordada no momento da aplicação. Assim, é possível que você saiba qual será o valor resgatado, desde que respeite o prazo de vencimento.

Pós-fixados

Nessa categoria a rentabilidade é calculada com base em um indexador econômico, como o IPCA, Selic ou CDI.

Híbridos

Os híbridos apresentam os dois conceitos mencionados acima em um único título, sendo uma parte vinculada a uma taxa prefixada e outra a uma taxa pós-fixada.

Um exemplo de investimento com a rentabilidade hibrida é o Tesouro IPCA+. Ele possui uma taxa preestabelecida no momento da contratação e, em conjunto, o acréscimo da variação do IPCA acumulado ao longo do período de vencimento do título.

Principais características da renda variável

Na classe de renda variável, não é possível saber o quanto o seu dinheiro vai render em determinado período. Por isso, essa classe de investimentos geralmente apresenta maior possibilidade de retorno e risco.

Os resultados podem ser influenciados por aspectos, políticos, econômicos ou até mesmo por notícias e entre outros.

Principais diferenças entre renda fixa e renda variável

Usa um indicador de rendimento?

  • Renda fixa: Sim (ex: IPCA e Selic)
  • Renda variável: Não (a rentabilidade depende das variações de mercado)

Rentabilidade

  • Renda fixa: Regular
  • Renda variável: Variável

Exemplos de aplicações

  • Renda fixa: CDBs, poupança, Tesouro Direto
  • Renda variável: Ações, fundos imobiliários, ETFs e BDRs

Este material foi elaborado exclusivamente pelo PagBank e tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta de valor mobiliário ou promessa de retorno financeiro e/ou isenção de risco . Os valores mobiliários discutidos neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão realizar o processo de suitability para a identificação dos produtos adequados ao seu perfil de risco. Os investidores que desejem adquirir ou negociar os valores mobiliários cobertos por este material devem obter informações pertinentes para formar a sua própria decisão de investimento. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Os desempenhos anteriores não são indicativos de resultados futuros.

PUBLICIDADE

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL