PUBLICIDADE
IPCA
1,06 Abr.2022
Topo

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Selic, CDI e CDB: você sabe o que são essas siglas na hora de investir?

Entenda o significado de algumas das principais siglas do mundo dos investimentos - Getty Images/iStockphoto
Entenda o significado de algumas das principais siglas do mundo dos investimentos Imagem: Getty Images/iStockphoto

Luciane Almeida

23/03/2022 04h00

No mundo dos investimentos é comum o investidor se deparar com muitas siglas e termos desconhecidos. Principalmente para quem não está habituado —logo, pode parecer tudo complicado e até gerar alguma confusão.

Para facilitar o entendimento e ajudar você a aumentar seu conhecimento no assunto, conheça três siglas muito comuns do mercado de investimentos.

Selic

Nos últimos meses, certamente você ouviu falar sobre a taxa Selic. Ela é a taxa básica de juros da economia, a mãe de todas as taxas. Assim, é com movimentos nessa taxa que o governo controla a inflação, ao incentivar ou frear o consumo de bens e serviços.

Como a Selic é referência para todas as demais taxas da economia no Brasil, ela afeta não só o bolso dos investidores, mas também de quem toma empréstimos e financiamentos.

Quando a Selic está mais alta, os investimentos em renda fixa pagam uma melhor rentabilidade. Por outro lado, pegar dinheiro emprestado e consumir bens e serviços também fica mais caro. Por isso, ela é muito importante para nossa economia.

CDI

Você sabia que bancos também pegam dinheiro emprestado? De maneira simplificada, os bancos recebem dinheiro de investidores e emprestam dinheiro aos tomadores de crédito. No final do dia, se entrou menos dinheiro no caixa do que saiu, o banco precisa recorrer a um empréstimo a outro banco para fechar o caixa com saldo positivo.

E para saber quanto de juros cobrar nesse empréstimo, que geralmente são com prazos bem curtos, os bancos usam a taxa Selic como referência. A média dessas taxas dos empréstimos entre os bancos é que forma o CDI (Certificado de Depósito Interbancário).

Por esse motivo, o valor da taxa CDI é bem próximo da taxa Selic.

Mas atenção: o CDI não é um tipo de investimento. Não é possível investir no CDI como muitos pensam.

CDB

O CDB (Certificado de Depósito Bancário) é uma das modalidades de investimento em renda fixa mais popular no Brasil.

Na prática, ao investir no CDB, você empresta o dinheiro ao banco, que combina uma taxa de rendimento e o prazo para devolver o dinheiro, acrescido dos juros.

A modalidade de CDB mais conhecida e utilizada pelos investidores conservadores, é o CDB pós-fixado ao DI. Nessa aplicação, a rentabilidade acompanha a taxa CDI, e é apresentada em percentual, ou, seja, quanto da taxa você ganha.

Como funciona a rentabilidade do CDI e CDB

  • CDI: 0,90% ao mês
  • CDB que remunera 90% do CDI: 0,81% bruto ao mês
  • CDB que remunera 120% do CDI: 1,08% bruto ao mês

Conhecer os conceitos e as diferenças entre os principais termos do mercado financeiro é o ponto de partida para você fazer boas escolhas para os seus investimentos.

As opiniões emitidas neste texto são de responsabilidade exclusiva da equipe de Research do PagBank e elaboradas por analistas certificados. O PagBank PagSeguro e a Redação do UOL não têm nenhuma responsabilidade por tais opiniões. A única intenção é fornecer informações sobre o mercado e produtos financeiros, baseadas em dados de conhecimento público, conforme fontes devidamente indicadas, de modo que não representam nenhum compromisso e/ou recomendação de negócios por parte do UOL. As informações fornecidas por terceiros e/ou profissionais convidados não expressam a opinião do UOL, nem de quaisquer empresas de seu grupo, não se responsabilizando o UOL pela sua veracidade ou exatidão. Os produtos de investimentos mencionados neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão preencher o questionário de suitability para a identificação do seu perfil de investidor e da compatibilidade do produto de investimento escolhido. As informações aqui veiculadas não devem ser consideradas como a única fonte para o processo decisório do investidor, sendo recomendável que este busque orientação independente e leia atentamente os materiais técnicos relativos a cada produto. As projeções e preços apresentados estão sujeitos a variações e podem impactar os portfolios de investimento, causando perdas aos investidores. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de resultados futuros. Este conteúdo não deve ser reproduzido no todo ou em parte, redistribuído ou transmitido para qualquer outra pessoa sem o consentimento prévio do UOL.

Especialistas em finanças ajudam você a poupar e a escapar de erros comuns para quem quer construir um patrimônio. Tenha informações que auxiliam você a tomar decisões sobre investimentos e aproveite melhor as oportunidades disponíveis no mercado