PUBLICIDADE
IPCA
0,67 Jun.2022
Topo

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Qualquer um pode ter um cartão de crédito? Como não se endividar?

Você sabe usar o seu cartão de crédito? Veja qual papel ele pode desempenhar no seu planejamento financeiro - Freepik
Você sabe usar o seu cartão de crédito? Veja qual papel ele pode desempenhar no seu planejamento financeiro Imagem: Freepik

Letícia Braga de Andrade

15/07/2022 04h00

Recentemente, o acesso ao cartão de crédito ficou mais democrático. Até há bem pouco tempo, muitas pessoas não podiam ter o seu, seja porque estavam negativadas, por não ter renda suficiente que atraísse a atenção de uma instituição financeira, ou simplesmente por não entender como ele poderia ajudar na sua vida.

Contudo, há pouco tempo tornou-se possível ter acesso a cartão de crédito com limite vinculado aos seus investimentos. Ou seja, você tem acesso ao cartão sem precisar esperar que alguma instituição financeira aprove seu crédito. Além disso, ainda tem um incentivo a mais para guardar e investir seu dinheiro.

Dada essa disponibilidade do cartão, é importante entender como usá-lo e qual papel ele pode desempenhar na organização e planejamento financeiro.

É uma tendência acreditar que as outras pessoas estão tranquilas se dando bem na vida, enquanto nós estamos permanentemente correndo atrás do prejuízo. Mas é uma fantasia achar que a vida dos outros é fácil e que ganham dinheiro com facilidade. Pensar dessa forma fica mais perigoso ainda quando nos sentimos inferiorizados em relação a esse suposto modelo, que, na verdade, só existe na nossa cabeça, porque a vida está difícil para todo mundo.

A crença de que as pessoas lidam melhor do que nós com as questões financeiras nos leva a ir atrás daquilo que imaginamos ser a solução deles. E aí escancaramos a porta para novas frustrações financeiras, porque tudo isso só existe mesmo no nosso imaginário.

Acompanhe seu consumo Uma forma de perceber qual é o nosso padrão de consumo é acompanhar e registrar as compras que realizamos ao longo de um período. Quando você realiza suas compras no cartão de crédito, a fatura apresenta esse registro pronto.

Nesses tempos, fiz uma enquete na internet a partir de uma foto onde aparecia um cachorrinho fofo que tinha acabado de "brincar" com um cartão de crédito (e acabou destruindo o plástico). A questão da enquete se referia ao papel desempenhado pelo cachorro naquele momento. As alternativas eram:

  • a) O cachorro foi o anjo que te livrou da tentação de comprar
  • b) O cachorro foi o golpe fatal do mês porque era o cartão que ia te salvar
  • c) O cachorro é um novo instrumento de educação financeira

Qual das opções você responderia?

A maioria das pessoas escolheu a opção B do golpe fatal, seguida pela opção A - anjo. Pouquíssimas pessoas optaram pela letra C sobre educação financeira. O resultado da enquete confirma o aumento do grau de endividamento das pessoas e, numa segunda indicação, o quanto ainda estamos perdendo para o consumismo.

Mas o que quero destacar aqui é a terceira opção, a de que o cartão de crédito é um ótimo instrumento de organização e planejamento financeiro.

Como usar o cartão de crédito do jeito certo O uso correto do cartão de crédito, que é respeitando o limite de gastos e pagando a fatura no valor total na data combinada, é uma excelente forma de organização financeira. Pois assim você concentra todos os seus pagamentos em uma única data, escolhida por você, eliminando a possibilidade de um eventual esquecimento e garantindo que todos os seus compromissos sejam honrados.

Além disso, a fatura retrata exatamente quais foram suas compras naquele período, o que atribui transparência na identificação do seu padrão de consumo. Analisando a sua fatura você poderá compreender o seu comportamento financeiro, ajustá-lo e tornar sua vida mais tranquila.

Agora, o mal uso do cartão de crédito não pagando o valor integral da fatura provocará um endividamento cada vez maior devido ao famoso "juros sobre juros", se tornando um verdadeiro pesadelo motivo de muita ansiedade e frustração.

Na vida nada é 8 nem 80! Para aquelas pessoas que se espelham muito nos outros, que não conseguem anotar gastos regularmente, que precisam educar seu ímpeto consumista, ou que eventualmente esquecem de pagar alguma conta devido à correria do dia a dia, ter um cartão de crédito ajuda muito na sua organização e planejamento financeiro.

Mais do que isso, ele pode ser inclusive um gerador de novas receitas, veja o texto Cartão de crédito: 4 formas de ganhar dinheiro e benefícios com ele.

Entendido o melhor uso do cartão de crédito, use-o com moderação.

As opiniões emitidas neste texto são de responsabilidade exclusiva da equipe de Research do PagBank e elaboradas por analistas certificados. O PagBank PagSeguro e a Redação do UOL não têm nenhuma responsabilidade por tais opiniões. A única intenção é fornecer informações sobre o mercado e produtos financeiros, baseadas em dados de conhecimento público, conforme fontes devidamente indicadas, de modo que não representam nenhum compromisso e/ou recomendação de negócios por parte do UOL. As informações fornecidas por terceiros e/ou profissionais convidados não expressam a opinião do UOL, nem de quaisquer empresas de seu grupo, não se responsabilizando o UOL pela sua veracidade ou exatidão. Os produtos de investimentos mencionados neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão preencher o questionário de suitability para a identificação do seu perfil de investidor e da compatibilidade do produto de investimento escolhido. As informações aqui veiculadas não devem ser consideradas como a única fonte para o processo decisório do investidor, sendo recomendável que este busque orientação independente e leia atentamente os materiais técnicos relativos a cada produto. As projeções e preços apresentados estão sujeitos a variações e podem impactar os portfolios de investimento, causando perdas aos investidores. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de resultados futuros. Este conteúdo não deve ser reproduzido no todo ou em parte, redistribuído ou transmitido para qualquer outra pessoa sem o consentimento prévio do UOL.

Especialistas em finanças ajudam você a poupar e a escapar de erros comuns para quem quer construir um patrimônio. Tenha informações que auxiliam você a tomar decisões sobre investimentos e aproveite melhor as oportunidades disponíveis no mercado