IPCA
0,83 Mai.2024
Topo

O que analisar na hora de investir em ações?

Carol Paiffer

Colaboração para o UOL, em São Paulo

04/01/2021 08h00

Fique de olho especial 2021

O que analisar na hora de comprar uma ação? Os papéis estão baratos ou caros em relação ao seu histórico?

Quando se trata de analisar o preço de uma ação, existem duas técnicas utilizadas pelos investidores:

1) Análise fundamentalista: são considerados os balanços trimestrais divulgados pelas empresas, a expectativa para o setor econômico (ex: educacional, aéreo, combustível, etc.) e o comportamento do consumidor.

Ela é utilizada em especial para investidores de longo prazo que desejam ver a saúde dos números apresentados pela empresa e sua possibilidade de valorização.

2) Análise técnica: a teoria é de que o histórico do preço reflete todas as notícias divulgadas e também as perspectivas dos investidores para o setor, revelando a maneira como eles estão enxergando o mercado.

Ela pode ser utilizada tanto para longo quanto para o curto prazo, uma vez que, na teoria, as informações da análise fundamentalista já estão contidas no comportamento dos preços.

O gráfico de uma ação mostra dados que servem para sinalizar se este ativo tem espaço para continuar se valorizando. Por exemplo: esteve mais caro que o preço atual? Quando e em qual situação isso ocorreu?

Essa análise técnica é essencial para evitar a compra de papéis em um momento de euforia do mercado.

Resumindo, sempre se pergunte na hora de investir: Esta ação está barata ou cara em relação ao histórico?

Essa é uma lição básica, mas essencial que um investidor deve ter em mente, principalmente para aqueles que não têm foco no longo prazo (acima de cinco anos). Isso pode ajudá-lo a selecionar as ações que deseja comprar.

O programa Café com Mercado é apresentado pela fundadora e presidente da Atom S.A., Carol Paiffer.

Conheça os recursos do serviço de orientação financeira UOL Economia+, para quem quer investir melhor.

Entre no grupo UOL Economia+ e receba notícias de investimento no WhatsApp.

Tem alguma dúvida ou sugestão? Fale com a gente: uoleconomiafinancas@uol.com.br

Este material não é um relatório de análise, recomendação de investimento ou oferta de valor mobiliário. Este conteúdo é de responsabilidade do corpo jornalístico do UOL Economia, que possui liberdade editorial. Quaisquer opiniões de especialistas credenciados eventualmente utilizadas como amparo à matéria refletem exclusivamente as opiniões pessoais desses especialistas e foram elaboradas de forma independente do Universo Online S.A.. Este material tem objetivo informativo e não tem a finalidade de assegurar a existência de garantia de resultados futuros ou a isenção de riscos. Os produtos de investimentos mencionados podem não ser adequados para todos os perfis de investidores, sendo importante o preenchimento do questionário de suitability para identificação de produtos adequados ao seu perfil, bem como a consulta de especialistas de confiança antes de qualquer investimento. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura e não está isenta de tributação. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, a depender de condições de mercado, podendo resultar em perdas. O Universo Online S.A. se exime de toda e qualquer responsabilidade por eventuais prejuízos que venham a decorrer da utilização deste material.