PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

6 temas que podem influenciar a Bolsa nesta semana

Conteúdo exclusivo para assinantes

Colaboração para o UOL, em São Paulo

18/10/2021 04h00

Acompanhe no Café com Mercado, do UOL, seis notícias que podem afetar o mercado nesta semana e uma ação para ficar de olho.

1) Precatórios - Após uma semana tranquila devido ao feriado de 12 de outubro, projetos importantes devem voltar a andar no Congresso nos próximos dias. Um deles é a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) dos precatórios.

Segundo o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), a votação da proposta na Comissão Especial que analisa o tema deve ocorrer nesta semana.

Os investidores temem que o governo deixe de pagar essas dívidas judiciais ou que crie mecanismos para furar o teto para honrar esses pagamentos. O andamento da PEC está no radar do mercado.

2) Offshore de Guedes - Outro assunto para manter no radar é a convocação do ministro da Economia, Paulo Guedes, para ir até a Câmara dos Deputados para dar esclarecimentos sobre sua offshore aberta em paraíso fiscal.

Devido a sua agenda no encontro do FMI na última semana, Guedes não compareceu à Casa. Com Guedes no Brasil, é possível que a data para a sua ida até a Câmara seja marcada.

Os investidores devem ficar de olho no assunto, pois ele pode esquentar ainda mais o cenário político do país.

3) Desoneração da folha - Na última semana, Arthur Lira defendeu a discussão permanente sobre projeto que prorroga para 2026 a desoneração da folha de pagamento dos 17 setores que mais empregam no país.

Segundo ele, o texto pode ir direto para a análise do Senado, caso não haja requerimentos de deputados para a votação no plenário da Câmara.

Segundo o relator da proposta, Jerônimo Goergen (PP-RS), nesta segunda (18) deve ocorrer uma reunião entre representantes dos setores e outros parlamentares para definir o andamento da proposta.

O assunto pode movimentar o mercado.

4) Comércio Exterior - A FGV divulga hoje o Icomex (Indicador de Comércio Exterior), que permite medir o desempenho da balança comercial brasileira no mês de setembro.

Além disso, o dado também mede a competitividade dos produtos brasileiros no cenário internacional, sendo um importante termômetro para a tomada de decisão dos investidores.

5) Indústria norte-americana - Na agenda internacional, o Fed (banco central norte-americano) publica hoje a produção industrial dos EUA. A indústria possui grande papel na economia do país e ajuda os investidores a criar perspectivas para o setor.

Isso pode afetar sua tomada de decisão e movimentar o mercado nesta segunda (18).

6) Boletim Focus - Toda segunda-feira é dia de Boletim Focus, relatório feito pelo Banco Central que apresenta as perspectivas do mercado financeiro sobre indicadores importantes para a economia, como a taxa básica de juros, a evolução do PIB, inflação e câmbio.

Os investidores utilizam esses dados para a tomada de decisão de seus investimentos, principalmente agora que há uma maior preocupação sobre as projeções de inflação e juros.

Fique de Olho

O analista Bruno Lima, do BTG Pactual Digital, traz para o Fique de Olho de hoje as ações da Gerdau (GGBR4), maior produtora de aço do Brasil.

Segundo o analista, a companhia apresenta bons fundamentos, e a demanda de aço global, em especial da China, continua forte.

Por isso, o analista recomenda que os investidores fiquem de olho nas ações da companhia.

O programa Café com Mercado é apresentado pela fundadora e presidente da Atom S.A., Carol Paiffer.

Conheça os recursos do serviço de orientação financeira da página de Investimentos do UOL, para quem quer investir melhor.

Entre no grupo UOL Investimentos e receba notícias de investimento no WhatsApp.

Tem alguma dúvida ou sugestão? Fale com a gente: uoleconomiafinancas@uol.com.br

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.

PUBLICIDADE
Errata: o texto foi atualizado
O texto mencionava o feriado do dia 12 de outubro no mês errado. O texto foi corrigido.