PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Veja o desempenho das 4 ações mais recomendadas em janeiro

Exclusivo para assinantes UOL Economia+

Márcio Anaya

Colaboração para o UOL, em São Paulo

03/02/2021 04h00

As ações da Vale foram as únicas a terminar janeiro no azul, entre as principais recomendações para o mês feitas por bancos e corretoras monitorados pelo UOL Economia+. O Ibovespa (principal índice da B3) acumulou perda de 3,32% no mês, enquanto as ações da Vale tiveram leve alta, de 0,6%.

  • Conheça o UOL Economia+, serviço completo de orientação financeira do UOL para assinantes.

Confira o desempenho das ações mais recomendadas no mês passado*:

  • 1) Vale (0,6%): Relatório de produção e vendas do quarto trimestre de 2020 sai hoje (3), após o fechamento dos mercados.
  • 2) Petrobras PN (-5,8%): Estatal iniciou negociações com a Eneva para uma potencial venda da totalidade de sua fatia em um conjunto de sete concessões de produção terrestres, denominado Polo Urucu, localizado na Bacia de Solimões, no Amazonas.
  • 3) Bradesco PN (-8,8%): Balanço financeiro de 2020 sai hoje (3), após o fechamento dos mercados.
  • 4) Via Varejo (-9,1%): Balanço financeiro de 2020 está agendado para o dia 24 de fevereiro.

*Levantamento feito com base nas carteiras recomendadas pelas seguintes instituições: Ágora Investimentos, Banco Inter, BB Investimentos, BTG Pactual, Mirae Asset Corretora, Necton Investimentos, Planner Corretora e Santander Corretora.

Vale divulga hoje produção

Além do relatório de produção e vendas realizadas no último trimestre de 2020, previsto para hoje, após o fechamento dos mercados, os investidores estão atentos ao balanço completo da Vale no período. Os resultados serão divulgados no dia 25 de fevereiro —também após o fechamento das Bolsas.

Em janeiro, as ações da mineradora foram quase unanimidade entre os analistas, figurando em sete das oito carteiras indicadas para o mês, segundo acompanhamento feito pelo UOL Economia+.

Nas últimas semanas, a companhia fez importantes anúncios aos investidores. Entre eles está uma nova proposta de indenização pelos danos socioeconômicos causados pelo rompimento da barragem de Brumadinho (MG) - tragédia que completou dois anos recentemente.

A Vale comunicou também a retomada da produção de pelotas na unidade de Vargem Grande, em Nova Lima (MG) —paralisada desde fevereiro de 2019—, e a assinatura de um acordo com a Mitsui para comprar a totalidade da fatia da empresa japonesa na mina de carvão de Moatize e no Corredor Logístico de Nacala, que liga Moçambique ao mar, passando pela República de Maláui. Segundo a empresa brasileira, trata-se do primeiro passo para o desinvestimento do negócio de carvão.

Via Varejo lidera perdas entre mais indicadas

As ações da Via Varejo encerraram janeiro com desvalorização de 9,1%, o pior desempenho entre os papéis mais recomendados para o período. A companhia recebeu quatro indicações no intervalo, conforme análise feita pelo UOL Economia+.

Em um mês de poucos comunicados, a varejista informou ter vencido o prêmio "Latin Finance Awards 2020" como maior oferta subsequente de ações. A operação da empresa, dona das marcas Casas Bahia e Pontofrio, resultou na captação de R$ 4,5 bilhões.

Já neste início de fevereiro, a empresa anunciou o lançamento de uma plataforma de logística para seu marketplace (que reúne compradores e vendedores).

A companhia prevê divulgar seu balanço financeiro de 2020 no dia 24 de fevereiro. O horário, no entanto, não consta no calendário de eventos do site de relações com investidores do grupo.

Os códigos e preços das ações citadas nesta reportagem podem ser conferidos na página de cotações do UOL Economia.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.