PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Após anulação das condenações de Lula, o que fazer com seus investimentos?

Exclusivo para assinantes UOL

Camila Mendonça

Do UOL, em São Paulo

08/03/2021 18h52

Com a anulação das condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no âmbito da operação Lava Jato, os investidores reagiram. A Bolsa, que já operava em queda, passou a cair ainda mais, fechando em -3,98%, e o dólar encerrou em alta de 1,67%, a R$ 5,778 na venda.

Com a anulação, Lula se torna elegível para a corrida presidencial de 2022. A decisão ainda precisa ser avaliada pelo plenário do STF, mas quem tem investimentos, seja na renda fixa ou na renda variável, já questiona o que fazer agora com as aplicações.

"Esse cenário é bastante complicado a partir de agora", afirma Sérgio Vale, economista-chefe da MB Associados. Ele diz acreditar que há uma sinalização de que o plenário do STF acompanhará a decisão de Fachin. Assim, Lula passaria a ser Ficha Limpa e poderia ser candidato no ano que vem.

"Vamos ter uma polarização entre esquerda e direita, entre Lula e Bolsonaro. Esse cenário também mata opções de centro democrático e vamos ter um cenário bastante complexo", avalia.

Para investimento, é um cenário muito provável de pressão de câmbio bastante intensa nesse período. A Bolsa tende a sofrer por conta disso, porque é um cenário de crescimento baixo para os próximos anos, se esse estresse se mantiver.
Sérgio Vale, economista-chefe da MB Associados

Para ele, a tensão deve continuar pelo menos neste ano e em 2022, com valorização do dólar, alta da taxa básica de juros, a Selic, e muita instabilidade na Bolsa no período.