PUBLICIDADE
IPCA
0,47 Mai.2022
Topo

Sanção do Orçamento, Lula e outros 3 assuntos que podem afetar a Bolsa

Conteúdo exclusivo para assinantes

Carol Paiffer

Colaboração para o UOL, em São Paulo

23/04/2021 04h00

Acompanhe no Café com Mercado, do UOL Economia+, cinco temas que podem afetar o mercado nesta sexta-feira (23) e duas ações de empresas para você ficar de olho na Bolsa.

1) Processos de Lula - O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu na quinta-feira (22) que os processos contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) devem ser encaminhados para a Justiça do Distrito Federal.

Ou seja, será a Justiça federal de Brasília que decidirá se absolve ou não o ex-presidente.

Além disso, o STF também discutiu sobre a imparcialidade do ex-juiz Sérgio Moro.

Todos esses debates abrem caminho para a invalidação de outras condenações realizadas pelo juiz, o que mudaria drasticamente o cenário eleitoral para 2022.

Por isso, o mercado pode responder ao tema hoje.

2) Orçamento - Na quinta (22), o mercado fechou sem ver o Orçamento de 2021 sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Por isso, o mercado deve responder à sanção nesta sexta (23).

3) Resultados - Nesta sexta (23) começa a temporada de divulgação dos resultados do primeiro trimestre de 2021. Hoje serão publicados os balanços de Usiminas (USIM5) e Hypera Pharma (HYPE3).

A expectativa pela divulgação pode movimentar as ações dessas empresas e suas concorrentes hoje.

4) Mercado imobiliário nos EUA - Hoje os EUA divulgam o número de venda de casas usadas no mês de março. O indicador, além de mostrar o aquecimento do setor imobiliário do país, dá dicas ao investidor de como está o poder de compra e a confiança em assumir novos compromissos financeiros por parte da população.

5) Petróleo em queda - O petróleo emendou na quinta-feira (22) o terceiro dia de queda seguida em meio a preocupações com o avanço de covid-19 na Índia e no Japão, o que atrasa a retomada da demanda mundial.

Os estoques de petróleo nos EUA cresceram em 564 mil barris, enquanto a expectativa era de que haveria uma diminuição de mais de 2 milhões de barris, segundo dados divulgados na quarta (21).

O movimento pode afetar as ações da Petrobras (PETR4) aqui no Brasil, que segue a cotação do combustível dos EUA.

Fique de Olho

Para o Fique de Olho de hoje, a casa de análises Recomenda Ações termina a série de 17 ações para você investir no trimestre, com a indicação de duas empresas que estão abaixo do preço justo na Bolsa —ou seja, com preço das ações menor do que analistas acreditam que realmente vale.

A primeira é a Hypera (HYPE3), do setor de farmácia. A empresa se tornou a preferida entre os analistas por causa da distância de seu preço justo, abrindo uma oportunidade de longo prazo para os investidores.

Além dela, temos também a Telefônica Vivo (VIVT3), que é considerada uma empresa com fundamentos sólidos. Além de estar abaixo do preço justo, a companhia também é uma boa pagadora de dividendos.

O programa Café com Mercado é apresentado pela fundadora e presidente da Atom S.A., Carol Paiffer.

Conheça os recursos do serviço de orientação financeira UOL Economia+, para quem quer investir melhor.

Entre no grupo UOL Economia+ e receba notícias de investimento no WhatsApp.

Tem alguma dúvida ou sugestão? Fale com a gente: uoleconomiafinancas@uol.com.br

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.