PUBLICIDADE
IPCA
-0,68 Jul.2022
Topo

Veja as apostas de 4 carteiras semanais para investir; Vale está entre elas

só para assinantes

Lílian Cunha

Colaboração para o UOL, em São Paulo

04/07/2022 15h04

Nesta semana, quatro casas de análises, corretoras e banco selecionaram um conjunto de ações para investir no curto prazo. Para isso, consideram os acontecimentos que podem impactar nos valores dos papéis e a tendência de cada ação.

O que vai afetar os investimentos?

No cenário interno, a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) dos combustíveis entra no radar dos investidores como possível furo do teto de gastos pelo governo, segundo a MyCap Investimentos. A proposta que aumenta o Auxílio Brasil de R$ 400 para R$ 600, cria auxílio para caminhoneiros e taxistas, entre outros benefícios, já foi aprovada no Senado e agora será analisada na Câmara.

Nesta quarta-feira (6), outros dados que devem influenciar os investimentos são o IGP-DI (Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna) e o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola.

Na sexta (6), serão divulgados da inflação de junho, o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo)

Além disso, os investidores estão de olho na divulgação de dados importantes nos Estados Unidos. Saem nesta semana a ata do Fomc (Comitê Federal de Mercado Aberto), do FED (Federal Reserve), e também serão divulgados os dados de empregos no setor privado (chamado de payroll) e a balança comercial americana.

De olho nestes indicadores, Pagbank, Mycap, Mirae e Ativa montaram as suas carteiras recomendadas desta semana.

Como é feita a seleção?

Para chegar aos papéis indicados, o PagBank, por exemplo, faz uma análise dos gráficos de desempenho das ações. Assim, o banco detecta as que estão em tendência de alta e as que já caíram muito e podem mudar de direção. A Mycap, a Mirae e a Ativa têm um método semelhante.

Apesar disso, poucas ações de repetem entre uma carteira e outra — e a vantagem de compará-las é você mesmo poder tomar as suas conclusões. A única que aparece em duas delas é a Vale (VALE3), que é considerada uma das ações mais seguras do mercado.

Outro ponto em comum é o setor agropecuário: duas das carteiras têm ativos do segmento, como Minerva (BEEF3) e SLC Agrícola (SLCE3).

No geral, todas apostam em grandes empresas de energia ou de infraestrutura.

Confira as escolhas:

Mycap

Na semana anterior, a seleção teve desempenho menor que do índice Ibovespa, com rentabilidade de 4,04% contra 0,28% do índice. No ano, a carteira acumula perdas de 10,87%. Para o período entre esta segunda (4) e sexta-feira (8),a empresa recomenda:

  1. Companhia de Saneamento de Minas Gerais (CSMG3)
  2. Cosan (CSAN3)
  3. Porto Seguro (PSSA3)
  4. Movida (MOVI3)
  5. Vibra (VBBR3)

Mirae Asset

A seleção da Mirae para a semana anterior ficou foi positiva em 0,59%. Para esse novo período, a empresa escolheu:

  1. BB Seguridade (BBSE3)
  2. Isa Ceteep (TRPL4)
  3. Itaú (ITUB4)
  4. Minerva (BEEF3)
  5. Eletrobras (ELET6)
  6. Suzano (SUZB3)
  7. Taesa (TAEE11)
  8. Vale (VALE3)
  9. Romi (ROMI3)
  10. Santos Brasil (STBP3)

Ativa Investimentos

O conjunto de ações selecionado na semana passada teve queda 1,26%. Desta vez, a Ativa vai de:

  1. SLC Agrícola (SLCE3)
  2. Vale (VALE3)
  3. Cemig (CMIG4)
  4. Banco do Brasil (BBAS3)
  5. Petro Rio (PRIO3)

PagBank

A carteira fechou a semana com baixa de 2,01%. O banco, agora, escolheu:

  1. Boeing (BOEI34)
  2. Hapvida (HAPV3)
  3. Iochpe-Maxion (MYPK3)
  4. Oncoclínicas (ONCO3)
  5. Weg (WEGE3)

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.