IPCA
0,46 Jun.2024
Topo

Xepa da Bolsa: quais ações estão baratas neste fim de ano?

Que ações ficaram baratas na Bolsa? Veja oportunidades, mas tome cuidado com riscos - iStock
Que ações ficaram baratas na Bolsa? Veja oportunidades, mas tome cuidado com riscos Imagem: iStock

Lílian Cunha

Colaboração para o UOL, em São Paulo

20/12/2022 04h00

Vários papéis da B3 (Bolsa brasileira) caíram muito de preço ao longo de 2022. A Petrobras é uma das empresas que tiveram mais desconto.

CUIDADO: NÃO VEJA SÓ OS PREÇOS

Para saber qual ação está realmente barata, a consultoria Economatica divide o preço do ativo pelo lucro por ação da empresa e chega ao chamado Preço sobre Lucro, ou P/L. Quanto menor esse número, teoricamente, mais barata está essa ação.

Esse não deve ser o único indicador avaliado. Algumas empresas podem estar em dificuldades, por isso especialistas recomendam desconsiderar empresas que tenham um P/L abaixo de 1.

CONFIRA AÇÕES COM BONS DESCONTOS

  1. Petrobras: P/L= 1,8; preço= R$ 23,91
  2. Usiminas: P/L= 1,9; preço= R$ 7,71
  3. Bradespar: P/L= 1,9; preço= R$ 29,08
  4. JBS: P/L=2,4; preço= R$ 20,89
  5. Pão de Açúcar: P/L= 2,8; preço= R$ 17,48
  6. Gerdau Metalúrgica: P/L=; preço= 3,3 R$ 13,65
  7. Banco do Brasil: P/L= 3,5; preço= R$ 33,79
  8. Vale: P/L= 3,8; preço= R$ 86,09
  9. Gerdau: P/L= 3,9; preço= R$ 31,26
  10. Suzano: P/L= 4,1; preço= R$ 54,89

Fonte: Economatica

POR QUE O PREÇO CAIU TANTO?

  • A China é a raiz de tudo. Com a política de covid zero, a economia local esfriou, diz Virgílio Lage, especialista da Valor Investimentos.
  • Isso afetou empresas que dependiam do mercado chinês para escoar suas vendas, como Usiminas, JBS, Gerdau e Gerdau Metalúrgica, Vale e Suzano.
  • Além disso, existe o temor de interferência do novo governo nas estatais. "Isso acaba afetando Banco do Brasil e Petrobras", diz o analista.

QUAIS VALE OU NÃO A PENA COMPRAR?

  • Banco do Brasil está entre as indicadas, porque mesmo com o aumento da inadimplência no setor, o BB demonstrou força nesse ponto no último trimestre, diz Régis Chinchila, analista da Terra Investimentos.
  • Assim como acontece com a Petrobras, existe o risco de interferência do novo governo no Banco.
  • Ainda não está claro como será a gestão das estatais. É melhor esperar as primeiras ações do novo governo, diz Luis Novaes, da Terra Investimentos
  • As ações de mineradoras dependem da China. Após, o governo chinês vem deixando mais branda a política de covid zero, mas os casos da doença estão aumentando no país.
  • Segundo os analistas, essas empresas ainda devem demorar para se recuperar.
  • O mesmo vale para a JBS e a Suzano, que dependem muito das exportações.
  • Pão de Açúcar vem acumulando resultados negativos, e o endividamento se mantém alto. Como os juros no Brasil se manterão altos por mais alguns meses, a perspectiva é negativa.

Este material não é um relatório de análise, recomendação de investimento ou oferta de valor mobiliário. Este conteúdo é de responsabilidade do corpo jornalístico do UOL Economia, que possui liberdade editorial. Quaisquer opiniões de especialistas credenciados eventualmente utilizadas como amparo à matéria refletem exclusivamente as opiniões pessoais desses especialistas e foram elaboradas de forma independente do Universo Online S.A.. Este material tem objetivo informativo e não tem a finalidade de assegurar a existência de garantia de resultados futuros ou a isenção de riscos. Os produtos de investimentos mencionados podem não ser adequados para todos os perfis de investidores, sendo importante o preenchimento do questionário de suitability para identificação de produtos adequados ao seu perfil, bem como a consulta de especialistas de confiança antes de qualquer investimento. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura e não está isenta de tributação. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, a depender de condições de mercado, podendo resultar em perdas. O Universo Online S.A. se exime de toda e qualquer responsabilidade por eventuais prejuízos que venham a decorrer da utilização deste material.